30 MIL DIZEM “FORA TEMER” EM COPACABANA

30 MIL DIZEM “FORA TEMER” EM COPACABANA

Milhares de pessoas iniciaram na tarde desta sexta-feira 5, horas antes da abertura dos Jogos Olímpicos, uma manifestação contra o presidente interino da República, Michel Temer, em Copacabana, no Rio de Janeiro. O objetivo do ato é denunciar “retrocessos de conquistas históricas do povo trabalhador” e o “pacote absurdo de retiradas de direitos,cortes de gastos públicos, mudanças na aposentadoria e na legislação trabalhista” promovidos pelo governo Temer.

O ato foi convocado por cinco grupos, sendo os principais as frentes Povo sem Medo e Brasil Popular, das quais a CTB faz parte. A intenção dos manifestantes fooi mostrar “não só para o Brasil, mas para o mundo todo, que hoje está olhando pro Rio de Janeiro, que há no nosso país um governo ilegítimo”, nas palavras de Guilherme Boulos, membro da coordenação nacional do MTST. “Há um golpe institucional, um golpe parlamentar acontecendo no Brasil e nós temos que quebrar a barreira da mídia brasileira, que não diz coisa alguma a este respeito e estamos fazendo isso hoje”, disse Boulos nesta sexta.

O  Presidente da União Estadual dos Estudantes do Rio (UEE-RJ), Leonardo Guimarães, disse que o ato teria como bandeira principal a luta contra o que chama de calamidade olímpica. “Não significa ser contra os Jogos Olímpicos, mas não há contradição em denunciar o golpe de Estado e também apontar as incoerências que acontecem em nossa cidade, como a retirada de direitos dos trabalhadores cariocas”, disse.

A Deputada Federal e pré-candidata a Prefeita do Rio de Janeiro pelo PCdoB, Jandira Feghali, lembrou a importância de denunciar ao mundo o golpe que ocorre no Brasil. Nas palavras de Jandira: “Precisamos aproveitar esse momento para mostrar que o brasileiros defendem a democracia, o estado de direito e a soberania do voto popular que deu mais de 54 milhões de votos para a Dilma”.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *