50 anos do golpe: O Brasil quer a verdade

50 anos do golpe: O Brasil quer a verdade

50 anos golpe espera verdade

Em 2014, o Brasil viverá a mais dolorosa efeméride de sua história: 50 anos do golpe de Estado. A coincidência com ano eleitoral nos dá a chance de forçar o Brasil a fazer o que até hoje nunca fez: politizar o debate sobre o golpe de 64. Por que ele aconteceu? Quem se beneficiou? Quem são os herdeiros do golpe?

A CTB-RJ, diante disso, convida toda a militância sindical e democrática a tomar as ruas para não permitir jamais que os dias mais vergonhosos e sangrentos da história do Brasil jamais se repitam e jamais sejam esquecidos. Os 50 anos do início da ditadura civil-militar que restringiram direitos e liberdades e ainda instaurou um regime de terror no nosso País, longe de ser uma data comemorativa, deve ser uma data para se lembrar de toda luta que foi feita e dos desafios que ainda temos que superar para consolidar a nossa democracia.

– Precisamos conhecer melhor a história da construção do golpe. Como ele foi gestado, como foi a campanha midiática que o preparou. As passeatas que antecederam o golpe também merecem ser objeto de mais estudo, até porque a mídia, a mesma mídia que apoiou o golpe, prossegue até hoje tentando organizar protestos espontâneos para derrubar forças populares. – Alerta o Presidente da CTB-RJ, Ronaldo Leite.

Em 2014 a Comissão Nacional da Verdade (CNV) encerrará as atividades e publicará seu relatório final, em que listará com conclusões e recomendações para reformas em instituições e políticas públicas.

– Trata-se de um grande desafio e um enorme serviço para o nosso País. Nosso povo tem direito de conhecer sua história e todos que colaboraram com o regime Autoritário devem ser responsabilizados pelos esses atos.  – conclui Ronaldo Leite.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *