CÂMARA REJEITA OBRIGAR ESTADOS A AUMENTAR CONTRIBUIÇÃO DE SERVIDORES

CÂMARA REJEITA OBRIGAR ESTADOS A AUMENTAR CONTRIBUIÇÃO DE SERVIDORES

Os movimentos sociais e forças progressista da sociedade fluminense coneguiram uma importante vitória na Câmara dos Deputados. Derrotando o governo golpista de Michel Temer, foi retirado o aumento da contribuição previdenciária dos servidores estaduais do projeto de socorro aos estados endividados. Se fosse aprovada, a proposta acabaria por obrigar os estados a elevar a contribuição dos servidores para receberem o pacote de socorro financeiro da União.

Essa derrota mostra que o governo golpista não conseguiu alcançar 257 votos em plenário para manter o nefasto texto que já tinha passado por aprovação no ano passado. Sem a obrigação de impor esse ataque aos servidores, o governador Pezão não falou se manterá seus ataques à categoria ou se irá rever esse desconto. O secretário da Fazenda, Gustavo Barbosa, no entanto, disse que apesar de difícil, o governo ainda pode aumentar a contribuição.

“Esse é um pacote de recuperação fiscal e o governo federal queria obrigar os estados a aumentar a contribuição como contrapartida, como requisito para entrarem no programa. O governo estadual pode aumentar alíquotas, mas claro que sem essa obrigação fica difícil (politicamente). Pela lei vigente, os estados podem aumentar para até 14%, mas agora seria uma obrigação – disse Gustavo Barbosa  em entrevista ao jornal O Globo.

 

Fonte: Jornal O Globo

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *