Cariocas repudiam golpe de 1964

Cariocas repudiam golpe de 1964

No dia em que o governo federal vergonhosamente fez comemorações, até com vídeo divulgado em canais institucionais, do golpe empresarial-militar de 1964, milhares de cariocas foram à histórica praça da Cinelândia para repudiar as manifestações do governo e bradar aos quatro ventos: Ditadura Nunca Mais!

Centrais Sindicais, Sindicatos, entidades estudantis, movimentos sociais dos mais diversos junto com cidadãos e cidadãs dos quatro cantos da cidade vestiram o preto para descomemorar o golpe. A CTB Rio de Janeiro esteve presente no ato e o presidente Paulo Sérgio Farias repudiou as manifestações do governo e criticou a Reforma da Previdência:

“Nesse dia 31 de março de 2019, o povo foi às ruas para dizer não à ditadura e liberdade para Lula. Nas capitais brasileiras foi possível sentir o calor do povo e como a alma brasileira está impregnada de brasilidade e vontade de impedir a todo custo o retrocesso no nosso país é em especial, barrar a reforma da previdência desse governo entreguista. No Rio de Janeiro, a Cinelândia, praça das memoráveis batalhas políticas contra a ditadura militar, mais uma vez, se encheu das cores das entidades do movimento social, de homens e mulheres, jovens de todas as idades numa só palavra: ditadura nunca mais e fora Bolsonaro.”

Entre as palavras de ordem, o “Fora Bolsonaro” ecoou com força. Parlamentares com Jandira Feghali (PCdoB), Alessandro Molon (PSB), Benedita da Silva (PT), Leonel Brizola Neto (PSOL) fizeram falas duras contar o governo e chamando o povo à luta para barrar a Reforma da Previdência.

Apesar de uma polêmica inicial com a Polícia Militar que tentou impedir o som de ser ligado, o ato transcorreu sem nenhum incidente e terminou de forma pacífica. A mensagem que fica de “Ditadura Nunca Mais” dá a certeza que o povo segue firme na luta em defesa da democracia.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *