CENTRAIS TOMAM AS RUAS EM DEFESA DO PRÉ-SAL E DA PETROBRÁS

CENTRAIS TOMAM AS RUAS EM DEFESA DO PRÉ-SAL E DA PETROBRÁS

Mais de 10 mil trabalhadores, dos mais variados segmentos do movimento social, lotaram a Praça da Cinelândia, no centro do Rio de Janeiro para defender o Pré-Sal, a Petrobrás e o Brasil. A concentração para a atividade aconteceu na histórica Praça da Cinelândia, e teve início às 10h. A Cinelândia ficou lotada, centenas de bandeiras eram tremuladas com palavras de ordem em defesa da Petrobrás e do investimento dos recursos do Pré-Sal em saúde e educação.

O ato foi convocado de forma unitária pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) em conjunto com as centrais sindicais  CTB, CUT, UGT e entidades do movimento social como MAB, MST, UNE, UBES, UEES-RJ, FETEERJ, UEE-RJ, MPA E CNM, FAMERJ, FAFERJ. Após a concentração, os manifestantes seguiram em caminhada na direção da sede da Petrobrás, onde o ato teve continuidade.

Durante o ato de abertura, o Presidente Estadual da CTB Rio de Janeiro, Ronaldo Leite, reafirmou a importância da defesa da Petrobrás para o desenvolvimento do Brasil:

– É fundamental tomarmos as ruas para defender a Petrobrás e o Pré-Sal! Defender o Pré-Sal é defender o Brasil. Nessas eleições, há quem defenda não priorizar o Pré-Sal para entregar nossas riquezas. Defender o Pré-Sal é defender a saúde, a educação e a geração de empregos. Quem é contra essa defesa são aqueles que sempre quiseram privatizar a Petrobrás.

IMG_3734

Já em frente a sede da Petrobrás, no mesmo palanque que o ex-presidente Lula, o presidente nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adílson Araújo ressaltou a importância da luta da classe trabalhadora para a vitória do projeto popular nessas eleições presidenciais:

– A classe trabalhadora nunca esteve tão determinada diante do risco do retrocesso. Dois projetos estão em jogo nessas eleições, o projeto da ultradireita aliada à direita, o projeto que defende a entrega da Petrobrás ao rentismo e que defende o Banco Central independente. O outro projeto é o projeto popular que já retirou milhões de brasileiros e brasileiras da pobreza. Nós queremos a Petrobrás do Pré-Sal que vai gerar um investimento de 1,3 trilhões de reais, que vai levar recursos para nossa saúde e educação. Sou brasileiro e não abro mão, quero o Pré-Sal pra saúde e educação!

Adilson Ato Pré-Sal

 

Ponto mais alto do evento, a intervenção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi fortemente aclamada pelos milhares de participantes no ato. Lula fez uma emocionante e contundente fala em defesa do povo, da soberania brasileira, do Pré-Sal e da Petrobrás:

– Da data que descobrimos o Pré-Sal até agora estamos tirando mais petróleo do que o país tirou nos primeiros 31 anos de existência da Petrobrás. Quem é que não quer que continue esse planejamento da Petrobrás? Quem está incomodado com uma empresa brasileira para gerenciar esse petróleo? Quem está contra o fato de termos aprovado os 75% royalties do Pré-Sal para a educação?

20140915_131317

O ex-presidente, que usou uma camisa da Petrobrás durante todo ato, afirmou que a mesma deve orgulhar aos trabalhadores da empresa e a todos os trabalhadores e finalizou sua fala defendendo o legado do seu governo e os investimentos na Petrobrás:

– O que era o Brasil antes e o que é o Brasil depois que nós assumimos? Nós queremos garantir que a Petrobrás é nossa, que o petróleo é nosso. A Petrobrás chegou ao Pré-Sal pois teve investimento em pesquisa e em tecnologia. Nós temos que ter orgulho do que fizemos até agora. O Brasil não vai regredir, o Brasil vai continuar avançando.

Durante o ato, diversas lideranças de várias entidades, movimentos e partidos tiveram acesso à fala e realizaram importantes intervenções, dentre eles o ex-presidente da Petrobrás José Eduardo Dutra que lembrou dos diversos casos em que a Petrobrás poderia ter sido investigada durante o Governo FHC e não foi, como no caso do afundamento da P-36, e defendeu o legado da empresa para a retomada da indústria naval, tão importante para o Brasil.

Após o discurso do Lula, os milhares de manifestantes se mobilizaram para realizar um abraço em torno da sede da Petrobrás. A ação foi efetuada ao som do hino nacional brasileiro.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *