CHAPA 2 VENCE ELEIÇÃO DO SINMED-RJ

CHAPA 2 VENCE ELEIÇÃO DO SINMED-RJ

A democracia venceu na eleição do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (SinMed-RJ). A chapa 2, Médicos Unidos, encabeçada pelo companheiro Jorge Luiz do Amaral (Bigu), pôs fim a uma dinastia que já estava há 18 anos à frente do SinMed-RJ com 51% dos votos válidos no processo eleitoral. A chapa tinha o apoio de duas centrais sindicais: a CTB e a CUT.

Participaram da eleição três chapas, sendo uma delas a do antigo presidente, afastado desde dezembro do SinMed-RJ. As eleições aconteceram durante 5 dias (20 a 24 de março) e o processo de apuração só se encerrou no sábado.  A  chapa 2 – Médicos Unidos – encabeçada por Bigu, somou 377 votos, 51% dos votos válidos, contra 299 – 41% – da chapa 1 e 41 votos – 6% – da chapa 3. Para Bigu, a grande vencedora da eleição foi a democracia sindical e anunciou mecanismos para impedir que uma mesma pessoa se perpetue no poder por um longo tempo no Sindicato:

“O processo que vivenciamos na vitória da Chapa 2 é um processo onde venceu a democracia contra todos os tipos de golpes. Principalmente o golpe que tentou se dar na democracia sindical. Um processo onde vimos coisas que nunca tinhamos visto nos 89 anos de existência do Sindicato dos Médicos. Hoje, nesse momento em que estamos construindo uma nova realidade democrática desse Brasil, contra, principalmente, os golpistas, nós, do Sindicato dos Médicos podemos construir um sindicato democrático, onde, de maneira nenhuma, vai se permitir a perpetuação no poder como foi essa perpetuação de 18 anos do Doutor Jorge Darze. Haverá uma reforma do Estatuto que impedirá que isso se repita. Acredito, eu, que os médicos irão aprovar essa medida por unanimidade em assembleia.”

O Secretário de Comunicação e Imprensa da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias valorizou a vitória e enalteceu as bandeiras da chapa em defesa do SUS e da luta democrática:

“Depois de 18 anos o SinMed-RJ tem novo presidente.  A CTB, que faz parte dessa nova direção, saúda a retomada do sindicato às suas origens. O Sindicato sempre teve uma atuação estreita com o movimento social do Rio de Janeiro, com a defesa do SUS e da luta democrática.  Nos últimos anos, o sindicato perdeu referência na base e no movimento sindical.  Com a eleição dessa nova direção uma nova era se inicia para o SinMed e para a categoria médica.  Essa nov direção será fundamental para na defesa do trabalhador da área pública e privada, ameaçada nos seus direitos, e na luta contra o desmonte do SUS.”

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *