CHAPA APOIADA PELA CTB VENCE ELEIÇÃO DA FESEP-RJ

CHAPA APOIADA PELA CTB VENCE ELEIÇÃO DA FESEP-RJ

A “Chapa 2 – FESEP Limpa”, apoiada pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), venceu, na última segunda-feira (1/9), as eleições da Federação dos Servidores Públicos do Rio de Janeiro (FESEP-RJ). O pleito aconteceu no centro do Rio de Janeiro e contou com centenas de representações de servidores públicos de todo o estado. O processo eleitoral colocou fim a um longo processo de inatividade  da federação que durou mais de 5 anos.

Marcada por uma profunda disputa política, a realização do processo eleitoral só foi possível com a intervenção da justiça. Nem todos os 92 municípios do estado foram representados, alguns por não possuírem sindicato da categoria e outros por não terem sido habilitados na justiça por débitos, carta sindical dentre outros motivos.

A Chapa 2 venceu as eleições por 123 votos contra 100 da outra chapa concorrente. Participam da Chapa 2 diversos sindicatos filiados e aliados à CTB, além de entidades filiadas à UGT e uma parcela de sindicatos da Nova Central. A chapa 1 era composta apenas por entidades ligadas à Nova Central.

A expectativa agora é por uma nova fase à frente da entidade. Nas palavras do Secretário de Comunicação da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias, que acompanhou todo o processo em conjunto com o Presidente da CTB-RJ Ronaldo Leite e outros dirigentes cetebistas, “a CTB espera que o processo democrático se restabeleça na federação e que a FESEP possa de fato possa jogar papel na representação dessas entidades.”

Uma das principais bandeiras que os cetebistas pretendem levantar nessa nova fase junto com a FESEP é a bandeira da convenção 151 que protege o direito  de organização dos trabalhadores no serviço público. Paulo Sérgio afirma ainda que “é fundamental unificar os sindicatos em torno dessa bandeira, principalmente que é muito importante para os sindicatos dos servidores municipais que, via de regra, sofrem muita pressão dos prefeitos dos municípios, em especial os de menor porte onde os sindicatos ainda passam por um processo de consolidação.”

A nova diretoria foi empossada logo ao fim do processo eleitoral.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *