“Chapa do Peão” é reeleita no Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis

“Chapa do Peão” é reeleita no Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis

Com uma votação expressiva, a nova “Chapa do Peão” venceu as eleições para a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis e Região. O processo contou com apenas uma chapa na disputa e reconduziu a companheira Cristiane Marcolino para mais uma gestão à frente da entidade. Apoiada pela CTB, a nova “Chapa do Peão” também recebeu declarações de apoio de dirigentes da CUT e da Força Sindical, mostrando a amplitude da gestão que se renova para mais um mandato.

O resultado da eleição demonstrou a força da chapa eleita que, em um universo total de 641 votantes, conquistou 530 votos a seu favor. A eleição ainda contou com 58 votos nulos e 50 votos em branco. A nova chapa eleita já começou os trabalhos e se prepara para mobilizar a categoria em uma grande campanha salarial e para fortalecer a luta pelos empregos.

“Estou feliz pela participação intensa dos trabalhadores, que nos renderam mais de 80% de votos. Votos de confiança e de continuidade no trabalho que fizemos até aqui. Pegamos o sindicato dentro de uma conjuntura econômica e política totalmente voltada para o desmonte da indústria naval, mas conduzimos a entidade com responsabilidade, pé no chão, sempre com a bandeira de luta pelo emprego e pelo não fechamento do estaleiro, como o que vimos pelo Brasil afora. A nossa bandeira seguirá pautada pela manutenção dos empregos, e pela retomada da indústria naval para que os pais e mães de família desempregados oriundos da indústria naval possam retomar seus empregos perdidos.” – disse Cristiane Marcolino, presidenta reeleita.

O Presidente da CTB RJ, Paulo Sérgio Farias, parabenizou a chapa eleita, valorizou a composição plural da mesma e destacou a referência que os metalúrgicos de Angra dos Reis tem na nova chapa do peão:

“A eleição do Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis este ano tem um grande significado. Primeiro porque era um desafio enorme a reeleição, que enquadrava num cenário de enorme crise do setor naval que promoveu milhares de demissões e o total desmonte do setor no estado do Rio de Janeiro nos últimos 4 anos. Segundo, que era buscar a renovação da Chapa dentro deste cenário de descrédito e criminalização da política e de ataque aos sindicatos. Terceiro, o desafio de uma mulher novamente a frente da Chapa, que é a coalizão de três centrais sindicais, a CTB, a CUT e a Força Sindical. Quero ressaltar a votação maciça na Chapa 1, a Nova Chapa do Peão – Alternativa Metalúrgica. Foram 530 votos quando algumas pessoas apregoavam o contrário. Essa enorme votação simboliza a confiança que a base deposita na sua liderança, na direção do Sindicato. A CTB parabeniza a presidenta Cristiane e toda a sua diretoria. E reafirma seu total compromisso na defesa do sindicalismo classista, solidário e de luta e ao mesmo tempo que conclama essa direção eleita a cerrar fileiras contra os ataques aos direitos da classe trabalhadora e barrar a reforma da previdência.” – disse Paulo Sérgio.

1 Comente

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário

1 Comente

  • Feliciano
    9 de abril de 2019 , 09:16

    Qual previsão de novas contratações?

    RESPOSTA