Comerciários: Sindicato repudia proposta patronal de reajuste salarial

Comerciários: Sindicato repudia proposta patronal de reajuste salarial

Parece piada mas não é! Nas reuniões de negociação da Campanha Salarial 2019 dos comerciários, os representantes dos patrões de lojas de rua e shopping e da Fecomércio apresentaram uma proposta que foi imediatamente repudiada pelo Sindicato dos Comerciários do Rio.

Os patrões de lojas de rua e shopping levaram uma proposta de apenas 2% de reajuste. Já os da Fecomércio ofereceram 2,5% para o piso e 3% para quem ganha acima do piso. As duas propostas sequer cobrem a inflação do período, que ficou em 5,07% (INPC).

“Só 2% e 3%? Isso não repõe nem mesmo a inflação, o que representa perda do poder de compra do salário do trabalhador. Não aceitamos a proposta, e vamos fortalecer ainda mais nossa mobilização e participação dos trabalhadores. Essa proposta precisa melhorar muito para que não haja prejuízos para o trabalhador do comércio”, reclama o presidente do Sindicato dos Comerciários do Rio, Márcio Ayer.

O presidente explica que o reajuste precisa ser maior, e garantir um aumento real para os trabalhadores, inclusive no piso, que é a realidade de grande parte da categoria. “É sempre importante que o piso seja mais valorizado, tenha um reajuste sempre maior. Vamos pra luta”.

Intensificar a mobilização

Nas próximas semanas o Sindicato continuará percorrendo as lojas para dialogar com os trabalhadores e reforçar a mobilização da campanha salarial. Todos sabem que o patrão só abre a mão na base da pressão. Quem deu o seu suor o ano inteiro merece agora ter um aumento justo. Só com luta vamos melhorar essa proposta! Luta que Melhora!

Fonte: SEC-RJ

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário