CTB e Sindicato dos Comerciários participam de ato conjunto com Auditores-Fiscais do Trabalho.

CTB e Sindicato dos Comerciários participam de ato conjunto com Auditores-Fiscais do Trabalho.

A CTB RJ e o Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro participaram do ato, realizado ontem (25), pelos Auditores-Fiscais do Trabalho, que fez parte do Dia Nacional de Paralisação em protesto às mudanças feitas pelo Ministério do Trabalho na fiscalização de combate ao Trabalho Escravo no país, por meio da Portaria 1.129/17. A atividade também se manifestou contra o desmonte da Superintendência do Trabalho e contra o despejo da Delegacia Sindical do Sinait-RJ.

A portaria altera o conceito de trabalho escravo disciplinado pelo Código Penal e por convenções da OIT para favorecer os infratores e enfraquecer a inspeção do Trabalho. A mobilização em todo o país foi comandada pelo Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho – Sinait. Várias lideranças estiveram presentes na manifestação em frente a Superintendência Regional do Trabalho/RJ.

Vinícius Oliveira, secretário de políticas para a juventude trabalhadora, representou a CTB RJ e o Sindicato dos Comerciários no ato. O Cetebista se posicionou contra o desmonte da Superintendência do Rio e órgãos de fiscalização públicos sobre os absurdos cometidos pelas empresas.

“Nós dizemos não ao trabalho escravo! Temer sai, Superintendência do Trabalho fica.” – bradou o comerciário cetebista em palavra de ordem durante a manifestação.

O ato e a paralisação foram convocados pelo Sinait, com o apoio das centrais sindicais, inclusive a CTB Rio de Janeiro.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *