CTB-RJ exige justiça para Mariana Ferrer e convoca para ato unificado no próximo domingo

CTB-RJ exige justiça para Mariana Ferrer e convoca para ato unificado no próximo domingo

A Secretaria da Mulher Trabalhadora da CTB Rio de Janeiro manifesta o total repúdio desta Central Sindical Classista a todos os assédios e violências ocorridos contra Mariana Ferrer no momento em que ela buscava justiça pelo crime de estupro do qual é vítima. Repudiamos, com total veemência a postura do advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho, do Juiz Rudson Marcos e do Promotor de Justiça Thiago Carriço de Oliveira, que além de distorcerem fatos e argumentos durante a audiência, colocaram a vida pessoal da vítima no banco dos réus.

Nós, do Coletivo de Mulheres Trabalhadoras da CTB Rio de Janeiro, estamos ao lado de Mariana no combate à cultura do Estupro e mobilizaremos todas as nossas bases para o ato unificado convocado para o próximo domingo (8/11), às 14 horas, na Cinelândia.

Em pleno século XXI, choca, mas não surpreende, o machismo institucional que coloca a vida privada das mulheres no banco dos réus, quando estas são vítimas dos mais variados e absurdos crimes. As cenas estarrecedoras divulgadas pela imprensa apenas revelam o que mulheres sofrem no dia a dia quando denunciam assédios e violências que sofrem em casa, nas ruas e em seus ambientes de trabalho.

É por postura como a dos envolvidos no Caso Mariana 75% das vítimas de crimes sexuais em nosso país não denunciam os crimes de que são vítimas. Enquanto a cultura do machismo e da opressão imperar dentro do poder judiciário essas violências seguirão impunes!

As violências contra Mariana são violências contra todas as mulheres e juntas, reagiremos contra essa anomalia jurídica. Não aceitaremos que a vida privada de uma mulher seja colocada em julgamento para que um homem não pague por seus crimes!

Chega de Violência contra as Mulheres! Justiça para Mariana Ferrer!

Rio de Janeiro, 05 de Novembro de 2020

Katia Branco
Secretária da Mulher Trabalhadora da CTB-RJ

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *