CTB RJ parabeniza Paraíso do Tuiuti por enredo e saúda carnaval de protestos

CTB RJ parabeniza Paraíso do Tuiuti por enredo e saúda carnaval de protestos

A CTB Rio de Janeiro felicita o G.R.E.S. Paraíso do Tuiuti pelo belíssimo desfile de denúncia feito no Carnaval de 2018. Deixando num silêncio que grita os comentaristas da TV Globo, apoiadores do golpe, a agremiação do Morro do Tuiuti veio para a avenida com um enredo que apresentou em cadeia nacional aquilo que os movimentos sociais reproduzem a todo momento: ainda há escravidão no Brasil e as Reformas do “Vampiro Neoliberalista” Michel Temer agravam ainda mais esse cenário.

Com um desfile que não pode ser resumido ao “Fora Temer”, a Tuiuti denunciou as raízes escravocratas da nossa sociedade em um carnaval que se consolidou como um dos mais politizados de todos os tempos. E as críticas não se limitaram apenas às denúncias da Tuiuti que, além de desnudar em cadeia nacional a realidade vivida pelo povo negro e pobre de nosso país, denunciou também o golpe de 2016 com  patos amarelos batedores de panela como marionetes na ala “manifestoches” e escancarou o real sentido da Reforma Trabalhista: o aumento da escravidão e o fim dos direitos trabalhistas no Brasil.

O Carnaval de 2018 foi um grito de resistência sob os mais diversos aspectos. Além da Tuiuti, outras escolas trouxeram fortes críticas sociais. A campeã, Beija-Flor, falou sobre problemas que estão bem vivos na memória da população, como a política de segurança que mata negros, pobres e policiais todos os dias; a Portela falou sobre Xenofobia; o Salgueiro trouxe a força das mulheres negras para a avenida e a Mangueira foi para o embate frontal com o Prefeito que não cansa de promover ataques à maior manifestação popular do Rio de Janeiro. O Carnaval desse ano foi como um grito de denúncia vindo das comunidades onde se alojam as escolas de samba.

Vida longa ao Carnaval Carioca!

Rio de Janeiro, 16 de Fevereiro de 2017

Paulo Sérgio Farias

Presidente da CTB RJ

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário