CTB RJ participa de reunião sobre setor energético no Clube de Engenharia

CTB RJ participa de reunião sobre setor energético no Clube de Engenharia

O Secretário de Políticas Sociais da CTB Rio de Janeiro, José Carlos Madureira, representou a central classista em uma reunião, na tarde dessa quinta-feira (10), no Clube de Engenharia, para debater a questão da tentativa do governo de privatizar as empresas estatais do setor elétrico.

Na reunião, além dos representantes do Clube de Engenharia, dos sindicatos ligados às empresas do setor elétrico e da CTB, estiveram presentes os deputados federais Glauber Braga (PSOL) e Jandira Feghali (PCdoB).

Informes sobre a luta contra a privatização da Eletrobrás e das manobras do governo para tentar aprovar a medida foram passados pelos deputados e pelos movimentos sociais presentes. A deputada comunista, Jandira Feghali, criticou a proposta do governo:

“A privatização da Eletrobrás é uma tentativa do governo ilegítimo de Michel Temer em desnacionalizar a prestação de serviços de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica.” – afirmou Jandira.

O dirigente da CTB, José Carlos Madureira, lembrou que a privatização desse setor, além de ferir a soberania nacional, afeta economicamente o Rio de Janeiro:

“A construção do Fórum em Defesa das Estatais no Estado do Rio de Janeiro tem três aspectos fundamentais. O primeiro que, hoje, o debate sobre o controle da energia é um debate ligado à soberania nacional. O segundo aspecto é que está diretamente vinculado ao desenvolvimento do Rio de Janeiro, que concentra estatais importantes vinculadas ao setor de energia, então, é mais do que normal que o Estado do Rio de Janeiro se posicione na vanguarda, na linha de frente de defesa das estatais e do setor estratégico da energia. E, para os trabalhadores, nem se fala. Toda privatização vem acompanhada de desemprego, de perda de postos de trabalho. Ou seja, quem paga a conta da privatização são os trabalhadores e suas famílias. A questão da soberania nacional, a questão do desenvolvimento do Estado e a questão dos direitos sociais estão diretamente implicados nessa proposta draconiana do governo golpista, que é de privatizar as estatais do setor energético. A CTB está na linha de frente dessa luta contra a privatização das estatais, na defesa dos interesses nacionais, na defesa do desenvolvimento do estado e na defesa dos direitos dos trabalhadores.”

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *