CTB-RJ pede investigações na ALERJ sobre perseguições a dirigentes sindicais na CEDAE

CTB-RJ pede investigações na ALERJ sobre perseguições a dirigentes sindicais na CEDAE

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro deu entrada nessa quarta-feira (7) em um pedido de audiência da Comissão de Trabalho, Legislação Social e Seguridade Social da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), para apurações da denúncias de assédio moral, perseguição política e demissões de dirigentes sindicais do Sintsama-RJ e da CTB-RJ. O pedido foi feito através do mandato da Deputada Estadual Enfermeira Rejane (PCdoB-RJ)

“Essas perseguições se inserem no contexto do estado de exceção que estamos vivendo no Brasil. O Governo do Estado se elegeu na esteira do governo federal, do Presidente que hoje comanda o país com uma pauta extremamente atrasada, conservadora e reacionária. O que acontece na CEDAE está dentro desse contexto, mas estamos resistindo. A CTB RJ se coloca ao lado do Sintsama-RJ, presta sua solidariedade e não vai descansar um segundo sequer até reverter essa decisão da empresa, impedindo que isso se torne uma prática no Governo do Estado.”- afirmou Paulo Sérgio Farias, presidente da CTB-RJ

O Presidente da CTB-RJ valorizou a ação, e lembrou que a privatização de empresas do Saneamento estão sendo revertidas em diversas cidades do mundo:

“Essa ação hoje, dos trabalhadores da CEDAE que vieram para a Assembleia Legislativa, se reveste de muita importância. A Assembleia Legislativa se consolidou como uma frente importância de resistência, um espaço de debate sob os vários aspectos que envolvem a CEDAE: desde o projeto que está aqui em debate, sobre a privatização, que foi derrotado nesta casa que tem se colocado ao lado do povo, contra as privatizações. Privatizações, que na área do Saneamento, estão sendo revertidas lá fora. “- disse Paulo Sérgio.

Diante das tentativas infrutíferas de entregar a companhia ao capital privado, a direção da CEDAE parte para cima dos trabalhadores tentando liquidar o maior pólo de resistência em defesa da Cedae pública, estatal e de qualidade: seus próprios trabalhadores e o SintSama. A Deputada Enfermeira Rejane colocou seu mandato ao lado da categoria:

“Protocolei junto à Comissão de Trabalho da Alerj, pedido de realização de Audiência Pública para discutirmos a suspensão de contratos e demissões sem justa causa destes dirigentes do SINTSAMA e o mandato está à disposição para mais esse enfrentamento, em defesa da organização dos trabalhadores.” – a firmou a Deputada Enfermeira Rejane

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *