CTB-RJ REPUDIA ATAQUES AO “RIO SEM HOMOFOBIA”

CTB-RJ REPUDIA ATAQUES AO “RIO SEM HOMOFOBIA”

A CTB Rio de Janeiro, através da presente nota, manifesta toda sua indignação e repúdio com o desmonte promovido pelo Governo Pezão do programa “Rio Sem Homofobia”. O Programa, que atende à população LGBT e combate o preconceito em nosso estado, é mais uma vítima da falência do Estado promovida pelos governos do PMDB e, seu término, coloca em situação de ainda maior vulnerabilidade a comunidade LGBT carioca e fluminense.

O Rio sem Homofobia foi inaugurado em março de 2007. Ao longo desses dez anos, realizou diversas ações e implementou serviços permanentes visando à promoção da cidadania LGBT no âmbito do estado. Entre esses serviços, encontram-se os Centros de Cidadania LGBT, com atendimento direto à população em horário comercial, e o Disque Cidadania LGBT, uma central telefônica que funciona 24 horas por dia todos os dias. O desmonte do programa coloca em risco esses serviços tão fundamentais para a comunidade LGBT de nosso Estado.

Vivemos num país que ocupa a triste liderança no ranking mundial de Crimes LGBTfóbicos. Crimes que sempre vem acompanhados de requintes de crueldade que ceifam não só a vida, mas também a dignidade e a humanidade das pessoas desse segmento. Segundo dados do Grupo Gay da Bahia, no Brasil um LGBT é agredido à cada 24h. Dos quase 50 mil atendimentos realizados pelo Disque Cidadania LGBT e quatro Centros de Atendimento à população LGBT no Estado do Rio de Janeiro, 40% envolvem discriminação e violência em razão da orientação sexual e identidade de gênero. É completamente inaceitável que, diante de uma conjuntura dessa, e com o nítido avanço das manifestações de ódio em nosso País, o governo do PMDB faça do programa de combate à homofobia uma das vítimas de seu pacote de maldades.

Nós, da CTB Rio de Janeiro, manifestamos toda nossa solidariedade à comunidade LGBT e nos colocamos ao lado das/os Gays, Lésbicas, Transexuais e Travestis na luta contra o preconceito, contra a violência lgbtfóbica e contra os ataques ao programa. Defender o Rio Sem Homofobia é defender a dignidade humana e a vida da comunidade LGBT.

Não ao desmonte do Rio Sem Homofobia!

Pela vida e pela dignidade da comunidade LGBT!

Pela fim do preconceito com os LGBTs no mercado de trabalho!

Pelo livre direito de amar! Pelo fim da Homofobia!

Rio de Janeiro, 21 de fevereiro de 2017

Ronaldo Leite
Presidente da CTB-RJ

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário