Em reunião virtual, FESEP-RJ aprova filiação à CTB

Em reunião virtual, FESEP-RJ aprova filiação à CTB

A Federação dos Servidores Públicos Municipais no Estado do Rio de Janeiro (FESEP-RJ) é a mais nova entidade filiada à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). Em reunião online da diretoria da FESEP-RJ e de seu Conselho de Representantes, por unanimidade, foi deliberada a filiação à Central Sindical classista. A Reunião teve a presença de 24 sindicatos e consolidou uma aproximação que acontece desde a renovação da diretoria da FESEP.

O Presidente da FESEP-RJ, Marco Antonio Correa da Silva, o Marquinho, valorizou a filiação, lembrando que a CTB-RJ e a FESEP-RJ já vem atuando de forma conjunta há algum tempo, nas mais variadas situações:

“Nós já tínhamos uma ligação forte com a CTB. Uma ligação de movimento, de ações conjuntas que a gente faz. Eu, que sou presidente da FESEP-RJ, sou também dirigente nacional da CTB, como diretor adjunto de Serviço Público; o Eduardo Chamarelli, vice-presidente da FESEP-RJ é também Tesoureiro Estadual da CTB.” – lembrou Marquinho.

O Presidente da FESEP-RJ se declarou feliz com a filiação e valorizou o processo de construção da mesma.

“A maioria compreendeu que esse era um caminho natural, até por conta das ações conjuntas que a gente tem feito no Estado do Rio de Janeiro. Foi uma votação por unanimidade, apenas uma diretora pediu para se abster. Fico feliz pela filiação, pelo entendimento da diretoria de que essa filiação é importante nesse momento. A CTB é uma central com a qual a gente tem muita identidade ideológica e os sindicatos compreendem essa identidade ideológica, por isso foi definida a filiação.”- declarou

O Secretario Nacional de Serviço Público da CTB, João Paulo, também comemorou a filiação daquela, que nas palavras dele, é uma das Federações mais combativas entre as entidades do serviço público brasileiro.

“É uma grata satisfação receber a notícia da aprovação da filiação da FESEP-RJ na CTB. Para nós é um momento de muito orgulho e satisfação. Trata-se de uma das Federações mais combativas, que resgatou a dignidade do trabalho dos servidores, e vem atuando não apenas no Rio de Janeiro, mas em todo território nacional com a atuação de seus dirigentes na Confederação dos Servidores Públicos (CSPB) e na nossa Central. Nesse momento em que o ataque e a destruição dos Servidores Públicos estão em pauta, para nós é um grande orgulho saber que a nossa central vai ter mais uma federação nesse porte.”

Filiação consolida trabalho de base da CTB-RJ junto a entidades do serviço público

A filiação da FESEP-RJ consolida um trabalho que vem sendo conduzido há anos pelo atual vice-presidente da CTB-RJ, Igo Menezes. Foi do atual vice-presidente a proposta de conversar com as entidades do serviço público que levou à participação junto à Federação, a renovação da direção da mesma e, agora, a sua filiação nas fileiras da CTB.

“Desde a fundação da CTB, a entidade tem buscado uma política pública para os servidores públicos municipais. Nós percorremos todos os municípios do Estado, com objetivo de dialogar com os servidores públicos municipais e seus sindicatos. Fizemos uma política de aproximação, cursos de formação específicos para a categoria, e por consequência, se deu a disputa da federação, que era uma federação muito apagada, muito pelega, ruim para seus servidores, e a gente buscou uma política de renovação ali.”

Igo elege a renovação da diretoria como momento-chave nesse processo de reconstrução da FESEP-RJ e de aproximação da mesma com a CTB.

“Tivemos uma grande vitória com a renovação da federação, mas entendíamos que aquele momento era o de unir todos os servidores e não buscamos a filiação. Passando um tempo e intensificando ainda nossa política junto aos servidores públicos no estado, buscamos fazer um trabalho ainda mais forte, potencializando essa parceria central e federação que culmina hoje na filiação, num quadro em que, hoje, a maioria dos sindicatos filiados à federação já são filiados à CTB.” – explicou Igo.

O Presidente da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias, endossou as palavras de Igo e também comemorou a filiação da FESEP-RJ à CTB:

“A filiação da FESEP à CTB acontece num momento importante da vida nacional. O Brasil passa por transformações conjunturais e estruturais, com adoção de uma legislação trabalhista e previdenciária que retira direitos e impõe mais sacrifícios à classe trabalhadora. O governo Bolsonaro impõe ao país a submissão aos interesses das potencias imperialistas, e, especialmente se coloca de joelhos aos norte americanos. Num momento em que autoridades do mundo inteiro recomendam o isolamento social como medida eficaz ao enfrentamento da pandemia do coronavírus, o presidente estimula aglomerações, ataque às instituições e a democracia. Sob a ameaça de impeachment, Bolsonaro recorre às velhas práticas fisiológicas da política brasileira, se alia ao Centrão para impor o arrocho salarial aos servidores públicos congelando por dois anos o já combalido salário da maioria desta categoria fundamental ao país. O movimento sindical classista se fortalece mais ainda com a filiação da FESEP à CTB. E a CTB se fortalece mais ainda para continuar a luta em defesa do Brasil, da democracia, do estado democrático de direito, dos Servidores Públicos, e dos direitos da classe trabalhadora.” – afirmou.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário