GUARDAS MUNICIPAIS DE MACAÉ DECIDEM ENTRAR EM GREVE

GUARDAS MUNICIPAIS DE MACAÉ DECIDEM ENTRAR EM GREVE

Os Guardas Municipais de Macaé, representados pelo Sindguarda (Sindicato dos Guardas Municipais e Vigias da Guarda Municipal de Macaé-RJ), decidiram na manhã de hoje, dia 20 de julho de 2016, pela greve  da categoria. A decisão foi tomada em assembléia que se realizou em frente a sede da Guarda Municipal. A categoria lamentou o incomodo que possivelmente acarretara com a suspensão das atividades regulares e informou que, de acordo com a lei de greve, garantirá o efetivo mínimo de exigido para a referida categoria profissional de acordo com a Lei 7.783 em seu Artigo 11º.

Os trabalhadores informaram que chegaram a esse ponto devido a impossibilidade de diálogo com Chefe do Executivo que, há mais de três anos, tem imposto uma barreira entre o si e as categorias de servidores. Abaixo seguem as reivindicações dos trabalhadores e trabalhadoras Guardas Municipais

Reivindicações:

1) as progressões do plano de cargo e salários previstas nas leis complementares 154 e 161 que dizem respeito as categorias de Guardas Municipais e Guardas Patrimoniais, respectivamente. Representadas legalmente pelo sindguarda. Progressões em atraso há mais de três anos.

2) Horas Extras feitas em 2015 que até agora não foram pagas sem justificativa razoável para isso.
3)Incapacidade de diálogo imposto pelo Sr prefeito, que não respeita a categoria, não reconhecendo o Sindguarda como o Sindicato legitimo desta categoria. O que caracteriza desrespeito com a categoria em questão, pois o Sindguarda tem carta sindical e possui um quantitativo de filiados representativo em proporção ao total de servidores lotados na Guarda Municipal de Macaé.

4)Implementação da 13022, cuja o prazo se esgota no próximo mês
5) Revisão do Plano de cargos e salários (Através do Nivelamento), lei 154, com o fim de reparar as injustiças causadas, principalmente, pelo primeiro enquadramento e fazer respeitar o tempo de serviço do servidor. Essa reivindicação se ampara no compromisso que o Sr prefeito firmou diante da tropa da GM Macaé em 2013 (vide jornal).

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *