METALÚRGICOS DO SETOR NAVAL CONQUISTAM 9,5% DE AUMENTO!

METALÚRGICOS DO SETOR NAVAL CONQUISTAM 9,5% DE AUMENTO!

Os metalúrgicos do setor naval fecharam o acordo coletivo de 2014/2015 ema assembleia realizada no dia 1º/10, na sede do Sindimetal, entidade filiada à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). Foi aprovado o reajuste de 9,5%, cartão alimentação de R$ 400,00, a inclusão do técnico no piso profissional e a o pagamento de um salário nominal na PLR, o que vai gerar um ganho de mais de 100% para os trabalhadores. Esse acordo foi um dos maiores do país, não somente entre os metalúrgicos de outros estados, mas também entre outras categorias. Por isso, foi aprovado amplamente pelos trabalhadores na assembleia, que saíram comemorando o acordo.

Durante a assembleia, presidente do Sindicato, Alex Santos, abordou todo o período da campanha salarial, informando que a entidade já havia rejeitado a primeira proposta, que era de apenas 7,5% e R$ 300,00 no cartão alimentação. Alex ainda comparou com o Grupo-19, onde a única proposta apresentada até o momento é de apenas 60% do INPC, ou seja, 3,72%% de aumento. Falou ainda das dificuldades das empresas do setor naval, como no Eisa, no Rionave (que paralisou o trabalho), mas destacou também a luta dos trabalhadores, principalmente no EEP e no Eisa. A direção do Sindicato também ressaltou a força dos trabalhadores. Para o diretor do setor naval, Bento, “a luta no Eisa mostrou para o Sinaval a nossa força”. Os diretores Luiz Claudio, Jefferson e Jesus também destacaram como fundamental a garra da categoria para garantir este importante e vitorioso acordo coletivo no setor naval.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) esteve na assembleia e destacou a disposição dos trabalhadores do setor naval. A parlamentar ainda valorizou a unidade de luta dos metalúrgicos. Na mesma linha, Edmilson Valentim afirmou que a atitude dos trabalhadores dos estaleiros é uma referência para a categoria e que “o importante é sempre atuar com unidade e inteligência”.

Veja as conquistas para os metalúrgicos do setor naval:

– Aumento de 9,5%. Reajuste real de 3,48%, com uma inflação calculada hoje em 6,02%, o maior aumento real neste segundo semestre até o momento entre outras categorias.

– Cartão alimentação de R$ 400,00 sem falta injustificada. Caso o trabalhador falte e não justifique esse valor será de R$ 330,00.

– A PLR passa a ser o salário nominal de cada trabalhador até o teto de R$ 3.800,00. Quem ganhar acima disso receberá também R$ 3.800,00. No acordo anterior o valor era de R$ 1.190,00, ou seja, o metalúrgico teve um aumento de mais de 100% na PLR.

– Os técnicos passam a receber o piso profissional.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *