MOVIMENTOS SOCIAIS CONDENAM AGRESSÃO À PRESIDENTE DA UEES-RJ

MOVIMENTOS SOCIAIS CONDENAM AGRESSÃO À PRESIDENTE DA UEES-RJ

Movimentos Sociais se unem em solidariedade ao estudante agredido em ato contra o aumento das tarifas da passagem de ônibus na cidade de Petrópolis.

AGREDIRAM UM ESTUDANTE PODIA SER SEU FILHO!

Nota de Repudio da União Estadual dos Estudantes Secundaristas contra as atitudes violenta e repressiva cometida por funcionários do governo Municipal de Petrópolis aos manifestantes que na última semana participavam de um ato em defesa do transporte público de qualidade e contra o aumento das passagens.

Na segunda-feira (12/04), manifestantes de diversos movimentos sociais participaram do IV Ato contra o aumento das passagens na cidade de Petrópolis. O ato foi puxado pela Frente de Luta pelo Transporte Público de qualidade tendo como objetivo ocupar a reunião do Conselho Municipal das Cidades na sede da Setrac (Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania da Cidade de Petrópolis), presidido pelo Prefeito Rubens Bontempo.

Os manifestantes que partiram da Praça Dom Pedro, (Centro de Petrópolis) e se dirigiram à sede da SETRAC. Ao chegarem ao local foram surpreendidos por funcionários que alegavam que não permitiram a participação dos mesmos. Dentre as pautas levantadas pelo movimento estariam a redução das tarifas aos fins de semana; fim da dupla função motorista/cobrador e revogação imediata do aumento das passagens.

A proibição da participação da Frente de Luta na reunião resultou em muita confusão e na fraturação do braço do presidente da UEES, que precisou ser levado ao Hospital Santa Tereza, já que o atendimento no local foi negado por parte do Governo Municipal.

Essa tragédia reforça mais ainda a necessidade de uma Reforma Política que torne os espaços públicos cada vez mais participativos. Houve um tempo no Brasil que muitas vozes que lutaram foram silenciadas, não se pode permitir que atitudes como essa aconteçam e que sejam “abafadas” por setores midiáticos que tentam distorcer os reais fatos e vitimizar os empresários do transporte mais uma vez.

Repudiamos a postura do Governo Municipal de não dialogar com a sociedade civil e de negar socorro no local ao presidente da UEES, Luiz Felipe.

Nós, do movimento estudantil, não nos intimidaremos e reforçamos as manifestações na rua em defesa de uma participação mais efetiva da sociedade civil no poder público e de um transporte público que seja digno aos cidadãos petropolitanos, cariocas e brasileiros.

Agradecemos todas as manifestações de apoio prestadas à UEES e ao nosso presidente. Vamos às ruas barrar o aumento das passagens! Avante!

Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas do Rio de Janeiro

Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro

DCE UFRRJ

Federação dos Estudantes de Campos

Movimento Fora da Ordem – MPT

Movimento Kizomba

Movimento Multirão – JPL

Movimento Reinventar – Juventude Socialista PDT

Movimento Saudações a quem tem Coragem

Movimento Um passo a Frente – Juventude Socialista Brasileira JSB

Partido dos Trabalhadores de Petrópolis – PT

União Brasileira de Mulheres – UBM

União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – UBES

União Estadual dos Estudantes Secundaristas do Rio de Janeiro – UEES

União Estadual dos Estudantes do Rio de Janeiro – UEE

União Mageense dos Estudantes Secundaristas – UMES

União da Juventude Socialista – UJS

 

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *