Nota da CTB Rio de Janeiro: Condenação de Lula é aprofundamento do golpe e exige radicalidade na ação dos movimentos sociais

Nota da CTB Rio de Janeiro: Condenação de Lula é aprofundamento do golpe e exige radicalidade na ação dos movimentos sociais

A CTB Rio de Janeiro manifesta seu total repúdio à condenação do ex-presidente e pré-candidato à Presidência da República, Luís Inácio Lula da Silva. Maior liderança popular do País, Lula é vítima de uma conspiração que aprofunda o golpe de 2016 e que tenta impedir que uma liderança progressista volte a ocupar o Palácio do Planalto. Tal fato coloca os movimentos sociais com uma missão urgente: a radicalização nas lutas contra os retrocessos e pelo reestabelecimento da democracia em nosso país!

Ressaltamos que a condenação de Lula não nos surpreende. Sabemos da inocência do ex-presidente e que as acusações feitas contra ele são, na verdade, uma maquiagem mal feita para disfarçar o objetivo da elites desse país: seguir com o desmonte do Estado Brasileiro e aumentar a desigualdade do nosso povo. O mesmo Poder Judiciário que condenou Lula prende negros e pobres todos os dias, é conivente com abusos de poder nas favelas e periferias de todo Brasil. É o mesmo judiciário que entregou Olga Benário aos Nazistas, que sustentou o regime nefasto dos militares pós-1964, que absolveu Collor, que fechou os olhos para a compra de votos de FHC na segunda metade da década de 90 e que foi conivente com o golpe contra a ex-presidenta Dilma. Um judiciário de homens brancos e ricos que atua ao lado das elites golpistas para promover o desmonte do País e impedir uma gestão popular e democrática da Nação.

O processo contra Lula entrará para a história como uma peça que em que, em nenhum momento, teve provas de qualquer tipo apresentadas. Trata-se de um processo que foi condenado por centenas de juízes de todos os países e que manchou nossos país de vergonha, sendo alvo de editoriais como o de ontem, no The New York Times, que denunciou como o partidarismo de Sérgio Moro e do Judiciário brasileiro saquearam nossa democracia.

O ex-presidente Lula resistiu bravamente, ao longo de todo esse processo, a uma campanha difamatória que tentou destruir sua imagem, como foi feito com os ex-presidentes Getúlio Vargas e João Goulart e carece de forte reação dos movimentos sociais. A condenação de Lula não irá abaixar nossas bandeiras. Pelo contrário! Seguiremos nas ruas com bandeiras em riste, defendendo o direito da candidatura de Lula, a revogação da Reforma Trabalhista e da Lei das Terceirizações, combatendo a Reforma da Previdência e exigindo o reestabelecimento imediato da democracia no nosso País. A hora é de radicalidade na ação e de nenhum segundo de paz aos golpistas, de quaisquer esferas do executivo, do legislativo ou do judiciário!

A hora é de luta! Eleição sem Lula é golpe! Não permitiremos que manobras golpistas destruam o país que os trabalhadores lutam diariamente para construir.

Rio de Janeiro, 24 de Janeiro de 2018.

Paulo Sérgio Farias
Presidente da CTB RJ

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário