Nota da CTB Rio de Janeiro em defesa da UERJ

Nota da CTB Rio de Janeiro em defesa da UERJ

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro, manifesta, através da presente nota, seu total repúdio ao Deputado Estadual Anderson Moraes (PSL) e à sua proposta, completamente absurda, de extinção da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Bolsonarista, Anderson Moraes já havia demonstrado em outras ocasiões seu desprezo pela instituição que é um patrimônio do povo carioca e fluminense, destilando ofensas aos trabalhadores e trabalhadoras da mesma.

Nos somamos assim, às entidades do movimento social da UERJ – DCE UERJ, ASDUERJ e SINTUPERJ – que em nota conjunta repudiaram o Projeto de Lei 4373/2021, publicado em 19 de agosto no Diário Oficial.

A proposta, totalmente inconstitucional, representa todo desprezo que os setores bolsonarista possuem à ciência e à tudo que seja popular. A UERJ, além de ser uma das melhores universidades do Brasil, é reconhecidamente uma das instituições de ensino superior mais populares, sendo pioneira no processo de cotas raciais.

Defender a UERJ é defender o Rio de Janeiro e seu povo. É defender a universidade que primeiro abriu as portas para a classe trabalhadora em nosso país e a CTB Rio de Janeiro não se furta a fazer essa luta. Consideramos a UERJ central para um projeto de retomada do desenvolvimento econômico para nosso Estado. Ao invés de construir projetos que ataquem a instituição, o que o parlamentar deveria se preocupar é em estimular a contribuição da UERJ para um projeto que coloque o Rio de Janeiro novamente no caminho do desenvolvimento, do emprego e da redução das desigualdades em nosso Estado.

Em defesa da UERJ e contra os ataques à ciência e ao ensino superior!

Rio de Janeiro, 24 de agosto de 2021

Paulo Sérgio Farias
Presidente da CTB RJ

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *