Nota da CTB-RJ e da UBM sobre ameaças e tentativas de agressão à Presidenta do Sindimetal-Angra

Nota da CTB-RJ e da UBM sobre ameaças e tentativas de agressão à Presidenta do Sindimetal-Angra

Nota Oficial: Somos todas Cristiane! A opressão machista não calará nossas vozes!

As mulheres trabalhadoras da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro (CTB-RJ) e da União Brasileira de Mulheres (UBM), imbuídas da missão de lutar pela emancipação das mulheres e da luta contra todas as formas de violência contra a mulher, repudiam, com veemência, a atitude machista e violenta de dois cipeiros do Estalerio Brasfels, que compõem a Oposição ao Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis.

Os dois homens citados proferiram diversas ameaças à presidenta do Sindimetal-Angra, Cristiane Marcolino, tentando intimidar a companheira e impedir o democrático direito do Sindicato se comunicar com sua base social. A truculência e violência das ameaças se converteram em tentativa de invasão do carro de som para agressão da camarada. Tentativa esta, frustrada, graças à ação de valorosos companheiros que impediram que o ato se consumasse.

Consideramos gravíssimo que homens tentem usar da força e da violência para cercear o livre direito à expressão de uma mulher. O fato se torna ainda mais grave quando se trata de uma mulher investida democraticamente como presidenta de uma entidade tentando falar para sua base social. Esse tipo de postura é inadmissível e precisa ser apurado pelos órgãos de defesa dos direitos da mulher.

A CTB-RJ e a UBM-RJ se solidarizam com a companheira Cristiane Marcolino e irão acompanhar de perto o desenrolar da questão na cidade de Angra dos Reis. Convocamos todas as mulheres que lutam contra a violência e o machismo a se unirem a nós nessa vigília e luta. Os ataques à Cristiane são ataques à todas nós, que lutamos pela emancipação de gênero e pela construção de uma cultura de não violência. Estaremos ao lado de Cristiane e do Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis contra toda tentativa de silenciar a companheira.

Machistas não passarão! Machistas não nos calarão!

Rio de Janeiro, 26 de Janeiro de 2018

Kátia Branco – Secretária da Mulher Trabalhadora da CTB RJ

Helena Piragibe – UBM Rio de Janeiro

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário