NOTA DA CTB-RJ SOBRE O FUNCIONALISMO PÚBLICO DO RJ

NOTA DA CTB-RJ SOBRE O FUNCIONALISMO PÚBLICO DO RJ

O funcionalismo público estadual está ameaçado de pagar a conta da crise econômica e financeira do Estado do Rio. O governador Pezão enviou projeto de lei que aumenta descontos e retira direitos.
A crise não foi produzida pelos trabalhadores da esfera pública e nem pelos trabalhadores da esfera privada.

A má gestão dos recursos públicos é a verdadeira natureza da crise. Até mesmo o petróleo não é o vilão dessa história. A queda do valor do barril já estava dada muito antes de 2015. Por que a inteligência governamental não se planejou para está situação com antecedência? A resposta está na opção, dos sucessivos governos estaduais, de gastar os royalties do petróleo sem o menor controle social.

 

 

Neste contexto, querem dividir a conta do equívoco com os trabalhadores da esfera pública. 2015 já foi um ano onde categorias importantes ficaram sem aumento, atraso de pagamento, sem 13°, mudança na data do pagamento e as contas chegando, atrasadas. Com isso só ganhou bancos e empresas com os juros absurdos por atraso de pagamento.

Além disso os cortes nos recursos da saúde e da educação, retomam a velha cantinela neoliberal.
A CTB RJ apóia a luta do funcionalismo, convoca toda sua base de trabalhadores públicos estaduais para fortalecer uma luta unitária, rumo a greve geral dos funcionários públicos estaduais.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário