Nota de Pesar: José Chacon de Assis

Nota de Pesar: José Chacon de Assis

É com profundo pesar que a CTB se manifesta pelo falecimento do companheiro José Chacon de Assis, vítima de um atropelamento nesta terça-feira (3/7), em Brasília. Engenheiro de formação e atuação, Chacon foi histórico aliado dos movimentos sociais.

A história de lutas do companheiro começou no movimento estudantil dos anos 1960. Participou ativamente da luta pela anistia, pelas Diretas Já, pela Constituição de 1988 e também ajudou a escrever o capítulo relacionado a meio ambiente da Constituição do estado do Rio de Janeiro. Entre os anos de 1980 e 1990, Chacon atuou no movimento sindical, eleito diretor do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro. Sempre atuou nas discussões do Plano Diretor e na Lei Orgânica da cidade.

Chacon foi presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), em 1997, e reeleito com segundo mandato até dezembro de 2002. Na presidência do Crea-RJ, promoveu campanhas contra as privatizações. Foi presidente da Associação Fluminense de Engenheiros e Arquitetos (AFEA) e também coordenador nacional do Movimento da Cidadania Pelas Águas. Autor do livro “Brasil 21-Uma Nova Ética para o Desenvolvimento”, Chacon era um ambientalista nato, defensor da engenharia brasileira e da soberania nacional e atuante nos movimentos sociais.

A CTB Rio de Janeiro lamenta profundamente essa grande perda. Chacon foi um grande lutador do povo brasileiro e fará muita falta na luta por um brasil mais justo e democrático.

Companheiro Chacon, Presente. Hoje e sempre!

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário