Nota de Repúdio ao governador Claudio Castro pelas ações de despejo do Acampamento Primeiro de Maio, em Itaguaí

Nota de Repúdio ao governador Claudio Castro pelas ações de despejo do Acampamento Primeiro de Maio, em Itaguaí

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro manifesta, através da presente nota, todo seu repúdio ao governador Cláudio Castro e seu governo em virtude da violenta ação para, em plena pandemia, despejar 400 famílias, cerca de mil pessoas, que viviam na Ocupação Urbana estabelecida em Itaguaí (RJ).

Nascida em 1º de Maio, Dia do Trabalhador e batizada à época de “Acampamento de Refugiados 1º de Maio”, a ocupação urbana se estabeleceu em um terreno abandonado pela Petrobrás no município de Itaguaí e teve constante apoio dos movimentos sociais, tendo participação direta de entidades importantes dos movimentos sociais.

Nós, da CTB-RJ, nos colocamos ao lado dessas famílias de trabalhadores e trabalhadoras que sofrem com a crueldade de um governo que atira bombas em famílias e crianças. Cláudio Castro sucede a Wilson Witzel no governo, mas mantém seu legado de violência contra o povo e contra os trabalhadores.

Aliado do presidente genocida Jair Bolsonaro, Castro já demonstrou mais de uma vez que coloca os interesses dos seus aliados acima das necessidades do povo fluminense. Foi assim quando promoveu o criminoso leilão da Cedae, é assim agora quando ataca o Acampamento Primeiro de Maio.

Toda solidariedade às vítimas dos governos Castro e Bolsonaro!

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *