Nota de Solidariedade ao Jornalista Glenn Greenwald

Nota de Solidariedade ao Jornalista Glenn Greenwald

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro manifesta seu total repúdio às covardes agressões sofridas pelo internacionalmente premiado jornalista Glenn Greenwald na gravação do programa “Pânico” da emissora Jovem Pan. Durante o programa, o jornalista convidado Augusto Nunes (Veja/Record/Jovem Pan), que já havia atacado Glenn e seus filhos através de Redes Sociais, confrontado com a verdade de suas práticas, partiu para covarde agressão ao jornalista Glenn Greenwald, tendo ambos que ser separados pela produção.

A emenda do programa, no entanto, saiu pior que o soneto. Retornando ao ar, momentos depois do incidente, Emílio Surita, brinda a todos que acompanhavam o programa com deboche, machismo, homofobia e uma sucessão de comentários e gestos que jamais deveria fazer parte de jornalismo em nenhuma civilização.

Nós, da CTB Rio de Janeiro, que defendemos uma prática ética e transparente do jornalismo, com respeito ao sigilo da fonte e pluralidade de ideias para uma comunicação cada vez mais democrática, repudiamos a maneira como a Jovem Pan e o Programa Pânico atuam nessa área. A violência física à qual Glenn foi submetido é o ápice de uma série de violências verbais promovida pelos condutores do programa.

Exigimos imediata retratação dos envolvidos no incidente. Exigimos que a Jovem Pan, enquanto empresa de comunicação, se retrate com Glenn, convidado ao programa e que o jornalista Augusto Nunes se retrate publicamente pelo seu ato de total descontrole. Sabemos que Nunes representa o velho e arcaico jornalismo que usa de qualquer tipo de tática para defender seus aliados. Sabemos que, hoje, esse jornalista se encontra aliado aos setores mais violentos, atrasados e preconceituosos de nossa sociedade. Sabemos de tudo isso, mas não aceitaremos calados os abusos em série promovidos por tal figura.

Em defesa do jornalismo de qualidade e contra o jornalismo-agressão promovido por Nunes, Surita e pela Jovem Pan!

Toda solidariedade à Glenn Greenwald e sua família!

Rio de Janeiro, 07 de Novembro de 2019

Paulo Sérgio Farias
Presidente da CTB-RJ

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário