NOVA DIREÇÃO DO SINDIMETAL-RIO TOMA POSSE E DEBATE CAMPANHA SALARIAL

NOVA DIREÇÃO DO SINDIMETAL-RIO TOMA POSSE E DEBATE CAMPANHA SALARIAL

Aconteceu, na manhã dessa quarta-feira (15), no auditório Manuel Luiz, sede do Sindicato dos Metalúrgicos do Rio de Janeiro (Sindimetal-Rio), a posse da nova diretoria do Sindicato. A solenidade marcou o início da nova gestão, eleita para o quadriênio 2015-2019 e que terá pela frente muitos desafios para defender os interesses categoria num momento de ampla disputa política na sociedade.

A atividade foi aberta pelo novo presidente do Sindicato, Jesus Cardoso, que apresentou a programação das atividades do dia e chamou os trabalhadores à unidade para a campanha salarial que se avizinha. “Vamos precisar de todo mundo unificado nas lutas da campanha salarial desse ano” – afirmou Jesus que valorizou o histórico quase centenário da entidade sindical e defendeu o perfil que se espera da gestão que se inicia:

“Nós não somos diferentes dos trabalhadores das fábricas. Somos trabalhadores como eles, eleitos por eles para representá-los. O Sindicato foi criado para ser uma entidade que defenda os interesses da classe trabalhadora e essa gestão vai buscar sempre para que todos se sintam inseridos e representados. Será um mandato de luta, que vai trabalhar para a categoria em defesa dos trabalhadores e das trabalhadoras.

O ex-presidente do Sindimetal-Rio, Alex Santos, cujo segundo mandato se encerrou, saudou a nova diretoria, alertou para as dificuldades conjunturais de um ano com acirramento da disputa política e valorizou a recuperação da entidade promovida ao longo de sua gestão. Segundo Alex, o Sindimetal-Rio está com suas contas “praticamente sanadas” e em um patamar superior ao que ele encontrou quando assumiu.

Representando o Grêmio dos Aposentados, o companheiro Nobre saudou os mais de 18 anos em que se faz o trabalho de reconstrução do Sindimetal-Rio. Nobre elogiou a diretoria que encerra seu mandato e desejou à nova direção votos de sucesso. O companheiro Luizinho, da comissão de fábrica do Estaleiro Eisa, lembrou que o desafio da nova gestão é manter o bom nível das anteriores e avançar ainda mais. Nas palavras do mesmo “não se pode negar o resgate importante feito pela diretoria que se encerra. Um resgate que se refletiu em campanhas salariais vitoriosas que sempre conquistaram aumento real para a categoria”.

O diretor Jorginho parabenizou a nova diretoria pela coragem de assumir a tarefa de representar os trabalhadores no momento de avanço das forças conservadoras. Segundo ele será “um mandato com um início desafiador, numa conjuntura complicada onde se pautam a perda de direitos e que ressalta a importância do Sindicato para organizar a luta por nenhum direito a menos para os trabalhadores”.

Dirigente da CUT e membro da executiva do Sindimetal-Rio, Indalécio Wanderley saudou o ex-presidente Alex pela gestão que se encerrava, ressaltando o papel do Sindimetal-Rio na luta pela retomada da indústria naval e valorizou a unidade das forças que compõem a gestão do Sindicato. Nas palavras do dirigente sindical: “Sou do PT e da CUT, mas me orgulho muito de fazer parte dessa gestão nesse clima de unidade”.

A diretora Raimunda também saudou à nova diretoria e, em especial, às mulheres que a compunham. Raimunda valorizou a história do sindicato “fundado na efervescência da luta de classes” e defendeu que é “importante reafirmar a unidade dos trabalhadores e das trabalhadoras nesse momento de acirramento da disputa política e ideológica”. Segundo Raimunda, o mandato será “de enfrentamento e muita mobilização para defender os interesses da categoria”.

Também foi dada a boa notícia para a categoria informando que foi emitida a nota técnica que acaba com a disputa de bases em Itaguaí, Paracambi e Nova Iguaçu, garantindo assim a manutenção da base sindical do Sindimetal-Rio.

Campanha Salarial

Na parte da tarde, a nova direção ainda debateu a pauta da campanha salarial deste ano, que será aprovada na assembleia do dia 23 de julho, 18h, na sede do Sindicato.

A nova direção reforçou a posição de manutenção dos direitos dos trabalhadores e a defesa do emprego. Para isso, reforçou a unidade dos metalúrgicos para fazer uma grande campanha salarial.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *