NOVA DIRETORIA DO SATEMRJ TOMA POSSE E ANUNCIA FILIAÇÃO À CTB

NOVA DIRETORIA DO SATEMRJ TOMA POSSE E ANUNCIA FILIAÇÃO À CTB

“Bem-vindos à democracia”, com essa chamada tomou posse a nova diretoria do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem do Rio de Janeiro (SATEMRJ), no auditório do Sindicato dos Empregados do Comércio do Rio de Janeiro (SEC-RJ), no último dia 20. Eleita em dezembro de 2015, a nova chapa terá mandato até 2018, reafirmou compromissos de luta com a categoria e anunciou a filiação à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil.

Durante a posse, diversas entidades do movimento da enfermagem estiveram presentes como o COREN, o CONATEM, a ABEN-RJ. A CTB e o Sindicato dos Comerciários também marcaram presença, assim com o mandato da Deputada Estadual Enfermeira Rejane (PCdoB). A Presidenta do COREN-RJ, Dra. Maria Antonieta Rubio Tyrrell, em sua saudação à nova diretoria eleita, lembrou da importância do sindicato da categoria e afirmou que “os técnicos e auxiliares de enfermagem precisam de um sindicato que os defenda. O COREN será sempre um parceiro para apoiar as lutas do sindicato.”

O Secretário de Comunicação e Imprensa da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias, saudou a nova diretoria em nome da central, diplomou o sindicato pela filiação e alertou para o momento político em que a nova diretoria tomou posse. Nas palavras de Paulo Sérgio, “nós estamos atravessando uma quadra política de muita dificuldade, onde mais uma vez o sistema capitalista tenta fazer com que o processos de acumulação seja cada vez mais acentuado. Isso tem sido a marca desse momento e, mais uma vez, é nas costas dos trabalhadores do mundo inteiro que o sistema quer colocar o preço dessa crise.”

A Presidenta reeleita e empossada no SATEMRJ, Mirian Andrade, encerrou a cerimônia de posse com um discurso emocionado, valorizando a democracia, se comprometendo com a luta pela democracia no país e com as bandeiras da categoria.

“Bem-vindos a um novo tempo! Quando essa diretoria teve êxito no ultimo processo eleitoral ficou visível que os trabalhadores buscavam uma direção que lhes trouxesse esperança de dias melhores. Foi escolhida uma proposta, que representa um projeto ético, em que o compromisso com a categoria seja inegociável. A categoria escolheu novos tempos: escolheu um sindicato classista e que tem na luta de classes sua bússola. Nos tempos em que a democracia vem sendo atacada, quando a elite não aceita a derrota das eleições e tenta um golpe de estado, a vitória de um sindicato classista e consciente tem peso. E é por isso que anunciamos a nossa filiação à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil.” – discursou Mirian.

1 comment

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

1 Comment