Outubro Rosa: Pela Saúde das Mulheres

Outubro Rosa: Pela Saúde das Mulheres

Outubro começa e, mais uma vez, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro, vem fazer um grande alerta para a saúde das mulheres que, diariamente, constroem um Brasil e um Rio de Janeiro melhor. Nossa Central tem orgulho em participar das atividades de conscientização do Outubro Rosa e, nesse 2019, iremos usar o Rosa em toda nossa página, como forma de relembrar, diariamente, à nossa base social, a importância do combate ao câncer de mama.

“Nossa Central tem o histórico de estar ao lado das mulheres em todas as pautas. Fomos a primeira entidade a colocar as trabalhadoras em nosso nome e nossa bandeira. Temos atuação destacada na construção de todas as pautas importantes para as mulheres. E não seria diferente no Outubro Rosa. Mais uma vez, a CTB se insere nessa luta que não é apenas a importante luta contra o câncer de mama, é uma luta permanente pela saúde das mulheres.” – afirmou Kátia Branco, Secretária da Mulher Trabalhadora da CTB-RJ.

O Outubro Rosa teve início nos Estados Unidos, na cidade de Nova Iorque, em 1990. A Fundação Susan G. Komen For The Cure promoveu uma corrida para arrecadar dinheiro e também informar e alertar sobre o câncer de mama. Todas as pessoas que participaram da corrida usaram um laço rosa na altura do peito. Hoje, ele se tornou o símbolo do movimento. A partir de então, a corrida acontecia normalmente todos os anos, até que, em 1997, outras cidades do país aderiram à campanha. Foi assim que outubro ficou conhecido como o mês do câncer de mama e deram o nome de Outubro Rosa ao movimento.

O primeiro vestígio da campanha Outubro Rosa em terras brasileiras foi no ano de 2002. O Mausoléu do Soldado Constitucionalista, também conhecido como Obelisco do Ibirapuera, localizado em São Paulo, ficou iluminado de rosa durante o mês. Essa iniciativa partiu de um grupo de mulheres que queriam trazer o movimento para o Brasil e se uniram a uma empresa europeia de cosméticos.

Na terceira semana de maio de 2008, em comemoração ao dia das mães, foi iluminada de rosa a Fortaleza da Barra, em São Paulo, para lembrar às mulheres sobre a prevenção do câncer de mama. Em outubro do mesmo ano, diversos locais tiveram os seus monumentos coloridos por uma luz rosa. Foi o caso, por exemplo, do símbolo mais conhecido do Rio de Janeiro: a estátua do Cristo Redentor.

Por que a conscientização é importante?

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de mama é o segundo mais prevalente entre as mulheres e representa 28% dos casos de câncer por ano. Além disso, uma pesquisa realizada pelo IBGE, em 2012, mostrou que, em 20 anos, as mortes de mulheres pelo câncer de mama aumentou em 16,7%.

Esses números mostram porquê essa conscientização é importante. O Outubro Rosa é uma lembrança de que as mulheres precisam se cuidar e fazer exames como uma forma de prevenção. Quanto mais cedo o diagnóstico for realizado, melhor é o prognóstico.

“A Secretaria da Mulher Trabalhadora da CTB-RJ orienta que todas nossas entidades façam o importante trabalho de conscientização das mulheres pela prevenção do Câncer de Mama. Defender a saúde das mulheres é também uma função do Sindicalismo classista e nós, da CTB-RJ, não nos furtamos a essa luta.”- afirmou Kátia.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário