São Gonçalo retoma isolamento rígido após aumento nos casos de Covid

São Gonçalo retoma isolamento rígido após aumento nos casos de Covid

A Prefeitura de São Gonçalo decidiu adotar medidas mais rígidas de isolamento social. Em decreto publicado no Diário Oficial do município nesta quinta (19), o prefeito José Luiz Nanci determina que as medidas para o enfrentamento da pandemia de coronavírus sejam prorrogadas e ampliadas até o dia 27 de novembro.

“A flexibilização das regras sanitárias pelas autoridades tem agora o resultado que sempre foi previsto pela comunidade científica. Sempre foi dito que o patamar da tal estabilização dos casos era altíssimo e que não tínhamos condições de liberar geral. Os objetivos políticos e empresariais falaram mais forte. Como sempre ocorreu nessa pandemia, muitas autoridades preferiram ignorar as recomendações da ciência. Até porque, se o objetivo era recuperar a economia combalida dos municípios, o correto era buscar implementar um rígido controle sanitário para que os casos tendessem a zero exatamente pelo êxito das medidas adotadas. O problema é que o governo federal, bem como o presidente da República, foram os primeiros a negarem a pandemia. Agora teremos que reagir a essa retomada. Se São Gonçalo amplia as medidas de isolamento e pede a população que apoie essas medidas, terá que ser o primeiro a dar exemplo. Evitar aglomerações nos transportes coletivos por exemplo é uma medida emergencial e para isso terá que ir contra os interesses dos lucros dos empresários. Além disso, integrar com os demais municípios da Região Metropolitana para que as ações tenham mais eficácia.” – afirmou Paulo Sérgio Farias, Presidente da CTB-RJ

Pelo decreto fica proibido na cidade o funcionamento de várias atividades. Entre elas as atividade dos setores de turismo, cultura, lazer, educação, igrejas, academias e congêneres. A bandeira de risco da cidade foi elevada para cor laranja.

Farmácias e drogarias, Supermercados, padarias, pet shops, óticas, postos de combustíveis, chaveiros, barbearias e salões de beleza ficam autorizados a funcionar com 2/3 da sua capacidade total. Bancos, lotéricas e repartições públicas só atenderão com hora marcada.

No boletim divulgado pela secretaria de Saúde do RJ nesta quarta-feira (18), o município aparece 803 casos de óbitos. São Gonçalo tem 15.369 pessoas infectadas pela doença.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *