SEC-RJ CONQUISTA PLR PARA TRABALHADORES DA VIA VAREJO

SEC-RJ CONQUISTA PLR PARA TRABALHADORES DA VIA VAREJO
Teve funcionário da Via Varejo (Ponto Frio e Casas Bahia) que se assustou quando recebeu o último contracheque. Só que dessa vez, ainda bem, o susto foi de alegria. É que enfim caiu na conta do trabalhador da empresa sua cota da Participação sobre Lucros Lucros e Resultados (PLR) de 2016, benefício pago graças a Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) assinado pelo Sindicato com a empresa.Receberam o benefício integral ou parcial, conforme metas e outros fatores, funcionários das 76 filiais da Via Varejo no município do Rio, desde que tenham trabalhado na empresa entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano passado. Os funcionários demitidos ou admitidos durante o ano de 2016 receberam proporcionalmente 1/12 por mês trabalhado, considerando a fração igual ou superior a 15 dias como mês integral. Ficaram de fora apenas os demitidos por justa causa, os estagiários e os trabalhadores com contrato temporário ou terceirizados.

“O pessoal sabia que ia receber a PLR, mas achava que seria uma mixaria. Claro que as contas foram diferentes conforme as funções, metas, número de faltas e outras questões, mas para a maioria foi pago um valor bastante significativo. Bola dentro do Sindicato”, comemorou o diretor sindical Renato Bernardino, que é também vendedor das Casas Bahia no Norteshopping.

Montadores – Outros diretores do Sindicato que trabalham na Via Varejo, como Vinícius de Moraes (Casas Bahia de Madureira) e Douglas de Freitas (Ponto Frio da Uruguaiana), atestaram que as equipes de suas lojas ficaram satisfeitas com o valor da PLR. A decepção ficou por conta dos montadores de móveis. “O pessoal da montagem não recebeu na mesma proporção. Não sabemos o porquê. Temos reunião marcada com a empresa nos próximos dias para entender os motivos dessas discriminação e, se for o caso, cobrar o pagamento da diferença aos montadores”, reclamou a diretora sindical Daniele Moretti, que é vendedora nas Casas Bahia de Bangu.

“O pagamento de PLR é um reconhecimento justo e indispensável do esforço individual dos trabalhadores e das equipes de cada loja para o resultado total da empresa. No nosso modo de ver, deveria ser uma obrigação da empresa repartir com o seus funcionários os lucros. É um belo exemplo para todas as demais empresas do segmento, que vamos buscar reproduzir nas próximas convenções e acordos coletivos”, comentou o presidente do Sindicato, Márcio Ayer. Ele acrescentou: “É pra isso que existe o Sindicato, para correr atrás dos direitos e interesses dos trabalhadores”.

Denuncie problemas – Se você trabalha na Via Varejo e ficou com qualquer dúvida em relação ao pagamento de sua PLR, procure nosso Departamento Jurídico para esclarecimentos. O atendimento é presencial e gratuito, aqui na sede do Sindicato (R. André Cavalcanti, 33 – Lapa), de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30. Mais informações pelos telefones (21) 3266-4168 ou 3266-4155. Também há atendimento na subsede de Campo Grande (segundas e sextas-feiras, das 9h às 16h) e do BarraShopping (às quintas-feiras das 9h às 17h).

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *