Secretário de Juventude da CTB-RJ convoca para encontro internacional em Caracas

Secretário de Juventude da CTB-RJ convoca para encontro internacional em Caracas

O Secretário da Juventude Trabalhadora da CTB Rio de Janeiro, Vinicius Moraes, convocou a juventude trabalhadora do Rio de Janeiro a se mobilizar para o V Encontro da Juventude da Federação Sindical Mundial do Cone-Sul. A atividade será realizada em Caracas, Venezuela, de 26 a 29 de setembro deste ano.

Segundo Vinícius o encontro é uma atividade importante para debate e politizar a juventude num momento de grandes transformações no mundo do trabalho:

“A juventude trabalhadora precisa estar mobilizada e preparada para enfrentar os debates que estão por vir. No Brasil temos uma imensa quantidade de jovens desempregados. O fato não é diferente no resto da América Latina. Os jovens estão pagando caro pela crise do capital e irão enfrentar a queda nos postos de trabalho que está por vir com a indústria 4.0. Esse encontro se faz muito importante para uma articulação internacional dos jovens trabalhadores em defesa do emprego e de melhores condições de futuro para todos e todas.”

Será a quinta vez que a juventude trabalhadora da FSM no Cone Sul realizará um encontro. Em entrevista ao Portal CTB Nacional, a secretária da pasta de juventude da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Luiza Bezerra, valorizou a realização do encontro:

“A atividade visa debater as questões da região latino-americana, com foco na situação da juventude trabalhadora em meio à crise capitalista internacional e forte onda ultraliberal, imperialista e conservadora que assola nosso continente”, explica a dirigente.

O encontro terá duração de quatro dias, onde os participantes irão debater temas relacionados ao mundo do trabalho como: a crise estrutural do capitalismo, o fortalecimento dos mecanismos de integração, as perspectivas da juventude trabalhadora diante da restauração neoliberal, entre outros assuntos.

Fator importante do encontro é o mesmo ser sediado na Venezuela, país símbolo da resistência e luta contra o imperialismo.  A perspectiva é de debates qualificados e de que , ao fim do encontro, seja aprovado um plano de ação e mobilização para os jovens trabalhadores na América Latina.

1 comment

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

1 Comment

  • Julio Barbosa da Silva
    3 de agosto de 2018, 17:06

    Camaradas, boa tarde!

    Sou filiado ao PC do B – RJ, e o que me deixou mais contente nesse artigo foi a parte que conclama a juventude trabalhadora para um "plano de ação", pois, na minha humilde opinião, estão sobrando palavras e idéias, mas está faltando ação no meio esquerdista. Só com ações revolucionárias e com o uso racional da violência poderemos deter os grupos liberais-fascistas e imperialistas que agem ativamente em nosso continente e, por causa da nossa falta de ação, estão ascendendo ao poder.

    REPLY