SERVIDORES DA SAÚDE FECHAM ENTRADAS DE CAXIAS EM ATO

SERVIDORES DA SAÚDE FECHAM ENTRADAS DE CAXIAS EM ATO

 

Centenas de servidores municipais da saúde de Duque de Caxias fizeram um importante ato em defesa dos seus direitos e cobrando o pagamento dos salários atrasados. A atividade, que teve entre suas entidades organizadoras o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Duque de Caxias (Sintraxe-DC) ocorreu após a assembleia da categoria decidir pela continuidade da greve.

A diretora do Sintraxe-DC e militante da CTB, Márcia Carvalho, explicou os motivos da atividade ao Portal CTB RJ:

“Nós havíamos solicitado à Câmara de Vereadores uma audiência pública deliberativa para debater as questões da nossa categoria, uma vez que o Prefeito Washington Reis não faz acordo, apenas pede confiança. Nós apresentamos uma proposta que normalizaria o calendário de salários, com pagamento de todos os atrasados, até Maio e, além de não aceitar, ele não nos fez nenhuma proposta.”

O ato, deliberado em assembleia no Hospital Infantil (que também decidiu manter a greve) caminhou até a Câmara de Vereadores, e, ao não encontrar nenhum vereador na casa, seguiu até a entrada e saída da cidade, ocupando completamente as pistas e fechando a cidade por algumas horas.

As forças de segurança pública – guarda municipal e polícia militar – foram rapidamente mobilizadas e, sem nenhum registro de incidente, negociaram a liberação de meia pista para garantir a passagem de ambulâncias e um acesso mínimo à cidade.

O protesto organizado pelo Sintraxe-DC e pelos servidores da saúde de Caxias acabou sendo muito bem sucedido. Enquanto bloqueavam o acesso ao município, um vereador da Comissão de Saúde se deslocou até onde se encontravam os manifestantes e garantiu uma resposta para o pedido de audiência pública até as 16 horas do dia 9.

A saúde de Caxias está em greve há 45 dias, desde Dezembro de 2016. Além da categoria, há forte mobilização entre os professores que podem decidir por entrar em greve no município a qualquer momento.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *