SERVIDORES DE NOVA IGUAÇU CONQUISTAM COMPROMISSO COM SALÁRIOS DE JANEIRO

SERVIDORES DE NOVA IGUAÇU CONQUISTAM COMPROMISSO COM SALÁRIOS DE JANEIRO

O Sindicato dos Servidores Municipais de Nova Iguaçu (SINDSMUNI), em conjunto com diversas outras entidades sindicais e representações de trabalhadores e trabalhadoras  Servidores Públicos Municipais de Nova Iguaçu, se reuniu, na manhã de quinta-feira (12) com o novo Prefeito da cidade, Rogério Lisboa (PR). Também estiveram presentes na reunião o Procurador Geral do Município, Rafael Alves de Oliveira, o Vice-Prefeito Carlos Roberto Ferreira e o Secretário de Administração e Planejamento, Fabiano Muniz da Silva. Na pauta da reunião, a situação dos servidores e aposentados com salários atrasados desde novembro do ano passado. Além das representações sindicais municipais, o Vice-Presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro (CTB-RJ), Humberto Lemos e o Presidente da Federação Estadual dos Servidores Públicos Municipais do Rio de Janeiro (FESEP), Marco Correa da Silva, o Marquinho, também estiveram acompanhando a reunião.

ni2

Durante a reunião, o novo Prefeito apresentou a situação na qual se encontra o município. De acordo com o relato de Rogério Lisboa, a gestão anterior não empenhou os salários atrasados, o que cria ainda mais dificuldades para resolver a situação dos trabalhadores. Lisboa também disse que não existe orçamento disponível para o pagamento dos atrasados e, que, este pagamento deverá ser feito com “novas receitas”. Diante dessa situação, o Prefeito se comprometeu com a tentativa de adiantar os salários de janeiro, bem como fazer uma auditoria dura na folha e em contratos para buscar os recursos para resolver a situação dos servidores.

ni1

O Presidente da FESEP, Marquinhos, sugeriu que a Prefeitura buscasse um empréstimo para quitar os débitos com os servidores, mas o Procurador do Município afirmou que, no estado atual, a Prefeitura não tem créditos par tal medida. O Prefeito apontou a proposta como solução da situação, mas terá que buscar meios para torná-la viável. Também foi exposto aos trabalhadores que, em virtude da situação do município, a Procuradoria irá mover, pelo menos, 6 ações de improbidade contra a gestão anterior, medida elogiada pelo Presidente da FESEP que afirmou:

“É importante a responsabilização da gestão anterior pelo quadro que vivem os servidores do município, não apenas por uma questão de justiça, mas também para que sirva de exemplo para outros gestores municipais de que o descaso com o servidores não ficará impune.”

Além do compromisso com o pagamento do salário de Janeiro, ficou acertado entre a Prefeitura e os Servidores que será feito um decreto estabelecendo o calendário de pagamento dos funcionários públicos sempre até o 5º dia útil de cada mês. Uma nova reunião será feita no dia 27, às 10 horas, para buscar soluções para a questão dos pagamentos atrasados.

O Vice-Presidente da CTB-RJ, Humberto Lemos, chamou os trabalhadores à unidade. Morador de Nova Iguaçu, Humberto se solidarizou com os servidores municipais e lembrou da importância de se manterem unidos nesse momento de dificuldade. Nas palavras dele:

“A classe trabalhadora tem que ter unidade. Precisamos esquecer as diferenças e centrar fogo no pagamento dos servidores. Se os trabalhadores estiverem divididos, o patrão avança. Se estiverem unidos, o patrão recua. Essa é a luta capital versus trabalho.”

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *