SINDICATO DOS ÁRBITROS ACIONA PRESIDENTE DA CBF NO STJD

SINDICATO DOS ÁRBITROS ACIONA PRESIDENTE DA CBF NO STJD

O Sindicato dos Trabalhadores e Colaboradores da Arbitragem Esportiva no Rio de Janeiro (SINTRACE-RJ) acionou a justiça desportiva para que a Presidência da CBF possa responder na forma da lei desportiva pela sua conduta disciplinar na contratação de publicidade para os uniformes dos árbitros e axuliares.

Na ação, o Sindicato lembra que a Lei Pelé garante o direito aos árbitros e auxiliares de se organizarem em entidades representativas da categoria e o absurdo que foi a negociação da publicidade que não repassou nenhum valor para os trabalhadores da arbitragem.

O processo é o 049/2017 e já foi distribuído aos procuradores. O Procurador sorteado foi Leonardo Andreotti que tem três dias úteis para dar o despacho, uma indicação pessoal do procurador geral. Marçal Rodrigues, Presidente do Sindicato dos Árbitros, comentou ao Portal CTB RJ os objetivos da ação.

“O objetivo da ação é a de que o Presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, seja punido, destronado, do comando da CBF. Uma entidade que administra e comanda o esporte no País, não pode ser presidida por um presidente que diz que representa os árbitros, que esconde contratos, não dá um centavo para os trabalhadores.”

Marçal ainda afirma que a categoria trabalha de foram precarizada e cobra atitudes da entidade. O sindicalista também afirma que existem ações correndo na justiça do trabalho e, até, processos criminais e lembra:

“A CBF não representa os árbitros, ela representa a Seleção Brasileira. O que foi feito é uma conduta anti-sindical e anti-trabalhista. Nós esperamos que o STJD tome uma decisão que mostre que quem comanda o futebol brasileiro não é um indivíduo, mas sim normas.”

Marçal ainda lembra de outros processos que envolvem o Presidente da CBF para afirmar a falta de condições de Del Nero seguir à frente da CBF:

“É inadmissível que o Presidente da CBF seja um homem procurado pela justiça internacional. Nós acreditamos que o STJD vá tomar uma decisão soberana para destronar e banir Marco Polo Del Nero do futebol brasileiro.”

Confira abaixo a ação do Sindicato:

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *