Sindicato dos Comerciários faz manifestação e alerta ‘ilegalidade” do Sidsuper

Sindicato dos Comerciários faz manifestação e alerta ‘ilegalidade” do Sidsuper
O Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro pretende chamar a atenção para a atuação do Sindicato dos Trabalhadores de Supermercados e Shopping Centers (Sindsuper), que sem representar a categoria, agendou assembleia para hoje (8/8), ás 16h, no Centro da Cidade.
 
Segundo o presidente do Sindicato dos Comerciários Márcio Ayer, as assembleias são fraudulentas e convocadas por pessoas de fora da categoria. “Não são comerciários e nem comerciantes. Os diretores e representantes do Sindsuper se passam por comerciários de uma empresa sem nunca terem trabalhado no local”, afirmou Márcio Ayer.
 
O Sindicato dos Comerciários representa cerca de 400 mil trabalhadores no comércio do Rio, sendo 250 mil em supermercados e mercados, contrários á criação do Sindsuper. Representantes de entidades ligadas aos comerciários em 10 municípios também não reconhecem a entidade.
 
Desde a fundação e a convocação da primeira reunião do Sindsuper, em abril de 2009, a situação está sendo questionada na Justiça. O registro do Sindicato foi cassado, o que impediu o recebimento de contribuições que atingem R$ 4 milhões, mas restabelecido. E em maio deste ano, a juíza Evelyn Corrêa Guimarães determinou a anulação de uma assembleia convocada para dentro da favela e que pretendia destituir a diretoria e alterar o estatuto do Sindsuper.
 
Hoje, nova reunião foi agendada no Novotel, na Av. Mal. Câmara, 300, no Centro, às 16h e o Sindicato dos Comerciários estará ​no local para alertar aos presentes a “ilegalidade” do evento e do Sindsuper.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *