Sindicato dos Guardas Municipais de Macaé convoca categoria à luta

Sindicato dos Guardas Municipais de Macaé convoca categoria à luta

A respeito do projeto de lei enviado a Câmara pelo Prefeito de Macaé, o Sindguarda, buscou, durante as duas últimas semanas, dialogar com representantes da Prefeitura no intuído de esclarecer sobre a real condição da instituição Guarda Municipal.

Foi levado aos vereadores que se mostraram receptivos , da oposição e da base do governo, os problemas que afligem a GM Macaé em nada se resumem à escala de serviço.  Foi apontado pelo Sindicato, juntamente com alguns outros companheiros atuantes, no que se refere aos interesses da categoria,  que os problemas da instituição são de ordem gerencial e organizacional. Que, entre outras coisas, a má utilização dos recursos humanos, tal como desvios de funções e privilégios,  somados aos abandono da finalidade objetiva da Guarda Municipal,  tem levado a sensação de que o serviço da Guarda não tem visibilidade.  Estes problemas, tal como  o PCCV , tem sido alvo, há aproximadamente dois anos, de denúncias públicas por parte da categoria organizada.  Fato este que foi o objetivo da nossa greve no ano passado.

Assim, o Sindiguarda-Macaé reafirmou o repúdio ao projeto de lei que visa retirar um direito da categoria , aumentando nossa carga horária, com a intenção de nos fazer bode expiatório das mazelas da ingerência do serviço publico para a sociedade.  O que estava a alcance do Sindicato, no que toca o diálogo, foi tentado, agora se espera que aja bom senso entre os representantes do povo macaense. Diante disso, o Sindiguarda-Macaé convocou a categoria para comparecer em massa as seções da câmara na terça feira e , se preciso, na quarta feira também para lutar pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras da Guarda Municipal de Macaé, contra a retirada de direitos e por melhores condições de trabalho.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *