Sintsama-RJ pressiona por ‘CPI da Água’ na Alerj

Sintsama-RJ pressiona por ‘CPI da Água’ na Alerj

O sindicato dos trabalhadores do Saneamento Básico do Rio de Janeiro (Sintsama) marcou um ato para as 14 horas desta terça-feira na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para pedir a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Casa para apurar a crise na distribuição da água no estado do Rio. A Alerj retomou nesta terça os trabalhos legislativos, após o recesso de fim de ano.

“Durante o recesso, falei com vários deputados, inclusive da base do governo, porque está faltando transparência na Cedae e a população está passando por uma situação difícil”, diz Humberto Lemos, presidente do Sintsama. “Todo ano tem verão com chuvas torrenciais. Nós questionamos o presidente da Cedae, diante do contingenciamento de gastos da companhia, se o fornecimento do serviço seria garantido e isso não acontece”, argumenta.

Lemos critica a demissão de servidores qualificados dos quadros da Cedae. “Mais de mil técnicos experientes já foram embora com os programas de demissão voluntária e demissões. Não houve reposição da mão de obra qualificada. É o momento certo para os trabalhadores explanarem o que ocorre dentro da empresa”, afirma.

Os trabalhos na Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Guandu, que fica em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, ficaram paralisados desde o fim da tarde de ontem, após a Cedae detectar detergente próximo à área de captação de água da estação. Apesar do anúncio de retorno no abastecimento desde as 9h, a companhia ressalta que alguns locais podem levar até 72 horas para voltar a ter água. 

A Cedae nega a relação entre a crise na prestação do serviço e as demissões de servidores. “Os profissionais que atuam na área de controle de qualidade têm perfil técnico e são altamente qualificados para desempenharem suas funções”, diz em nota.

Alerj sabatina indicado do governo para Agência que regula Cedae

A Comissão de Normas Internas e Proposições Externas, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), se reúne na tarde desta terça-feira na sala 316 do Palácio Tiradentes para sabatinar Bernardo Pegoraro Sarreta, indicado do Governo do Estado ao cargo de conselheiro da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa).

A convocação foi feita pelo presidente da comissão, deputado Rodrigo Bacellar (Solidariedade). O vice-presidente da comissão, deputado Jorge Felippe Neto (PSD), os parlamentares Rosenverg Reis, Márcio Canella (ambos do MDB) e Alexandre Freitas (Novo), que são membros efetivos, bem como o deputado Fábio Silva (DEM), suplente, também foram convocados para participarem da arguição pública.

Fonte: O Dia

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *