Vereadores começam a debater impeachment de Crivella

Vereadores começam a debater impeachment de Crivella

Após a assinatura de 17 vereadores, a  Câmara Municipal do Rio de Janeiro suspendeu o recesso para debater, a partir desta quarta-feira (11), o futuro do prefeito Marcelo Crivella (PRB). A ação para suspender o recesso envolveu dezenas de parlamentares de oito partidos de oposição. A votação, para abertura ou não de processo contra o prefeito, deve ocorrer nesta quinta (12).

Em reunião, com áudio vazado, no Palácio da Cidade, na semana passada, Crivella ofereceu a líderes religiosos ajuda para realização de cirurgias de catarata e varizes, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para os fieis. O prefeito também indicou a possibilidade de colaborar com os religiosos para a obtenção de isenção legal de pagamento do Imposto Predial Territorial Urbano ( IPTU) para seus templos e facilidades para instalação de quebra molas, sinais de trânsito e até ponto de ônibus em frente aos templos religiosos de seus aliados.

Segundo informações do Jornal do Brasil, a bancada de oposição está confiante em uma grande mobilização popular para lotar as galerias da Câmara, de modo a pressionar vereadores indecisos. A aprovação do impeachment depende de 34 votos favoráveis para iniciar o processo.

Fonte: Jornal do Brasil

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *