Vitória dos Cedaeanos: Alerj derruba veto de Pezão

Vitória dos Cedaeanos: Alerj derruba veto de Pezão

Histórico! Os Cedaeanos, mobilizados pelo Sintsama-RJ, entidade filiada à CTB, conseguiram, nessa quarta-feira (5), derrubar o veto do Pezão e impedir a privatização da Cedae. Por 44 votos a favor, 1 não e 8 abstenções, o veto do governador Pezão foi derrubado e foi garantida a manutenção da CEDAE pública.

A derrubada do veto coroa quatro anos de muita luta dos trabalhadores, que enfrentaram todo tipo de repressão em diversas manifestações e passeatas nas ruas do Rio, sem nunca desistir de impedir a entrega desse patrimônio do povo fluminense.

Como em outras vezes nessa jornada, os cedaeanos mais uma vez lotaram as galerias da Alerj para cobrar uma decisão dos deputados. Após três dias tentando votar o veto, o que não ocorreu por falta de quórum, finalmente os deputados estaduais acordaram em votar o veto e finalmente derrubá-lo.

“O Sintsama-RJ e os cedaeanos agradecem aos deputados, assessores, jornalistas e as diversas categorias que nos apoiaram. Essa é uma vitória do povo do Rio de Janeiro, pois com a Cedae pública poderemos atuar para levar um serviço de qualidade para a população. Vamos lutar agora pelo concurso público e melhorias para os trabalhadores e que o ano de 2019 seja de mais conquistas.” – disse Humberto Lemos, Presidente do Sintsama-RJ.

O Presidente da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias, esteve presente no ato. Cedaeano, Paulo Sérgio Farias acompanhou de perto a luta e valorizou a conquista da categoria:

“Hoje foi um grande dia para a luta do povo do estado do Rio de Janeiro. Uma categoria de brio, lutadora incansável, que não se curva às ameaças e intempéries conseguiu uma grande Vitória na ALERJ, derrubou, depois de muita luta, o veto do governador Luis Fernando Pezão e impediu a privatização da CEDAE. Essa guerra vencida hoje faz parte de uma batalha muito maior, a luta contra a privatização da água, do assalto à soberania nacional sobre essa imensa riqueza brasileira que temos em abundância e que ainda falta muito para universalizar. Ser cedaeano é um estado de espírito, ser cedaeano é ser acima de tudo, de luta. Em nome da direção da CTB saudo a direção do Sintsama e toda a categoria por ele representada. Hoje foi um grande dia, um alento no meio de tantas agruras dos últimos tempos. Nós passaremos, eles não.” – disse.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar comentário