Volta do estaleiro EISA depende de recuperação judicial

Volta do estaleiro EISA depende de recuperação judicial

A Log-In comunicou oficialmente ao Eisa que rescindiu o contrato com o estaleiro. Essa situação prejudica ainda mais a volta da empresa. A KPMG ainda tenta reverter a situação e continua dialogando com outros investidores.

A situação do Eisa chegou a esse ponto por conta da desastrosa administração do Sr. German. Enquanto isso, os trabalhadores continuam sofrendo com o desemprego e sem sequer receber suas verbas rescisórias.

O estaleiro foi fechado em dezembro de 2015, colocando na rua mais de três mil trabalhadores. O Sindicato, imediatamente, entrou com ação na justiça para requerer todos os direitos dos ex-funcionários e o processo corre na justiça, independente da recuperação judicial.

Para acompanhamento, a ação coletiva é: 0100690-09.2016.010039. Todos os trabalhadores podem acompanhar o andamento desses processos. Basta acessar o site da Justiça: www.trt1.jus.br. Depois clique em Consulta Processos Eletrônicos (no lado esquerdo da tela). E digite o número do processo que deseja ver.

O Sindicato também tem uma reunião com a KPMG no começo de setembro para buscar agilidade na realização desta assembleia de recuperação judicial.

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *