Paulo Sergio Farias: O Caminho para a Reindustrialização e Justiça Social no Rio de Janeiro passa pela Tarifa Zero

Na próxima sexta-feira, dia 21 de junho, no Salão Nobre da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, a CTB Rio de Janeiro será homenageada pelo mandato do vereador Edson Santos (PT) e pela Câmara de Vereadores. Receberemos uma Moção de Aplauso e Reconhecimento pelo papel que desempenhamos na luta pela mobilidade urbana e defesa da Tarifa Zero, que consideramos ser peça-chave para retomada industrial e preservação ambiental do nosso Estado.

 

O Rio de Janeiro enfrenta uma crise econômica e social que afeta severamente a qualidade de vida de seus habitantes, especialmente os mais pobres e periféricos. A precariedade do sistema de transporte público, caracterizado por tarifas elevadas e serviços deficientes, limita o acesso desses cidadãos ao direito à cidade, restringindo suas oportunidades de emprego, educação, saúde e lazer. Neste contexto, a implementação da Tarifa Zero nos transportes públicos surge como uma solução central para a retomada da economia fluminense, promovendo a reindustrialização, protegendo o meio ambiente e garantindo a inclusão social.

 

O Rio de Janeiro, outrora um dos motores econômicos do Brasil, enfrenta hoje desafios significativos. A falta de um projeto econômico e de um governo com capacidade política, a desindustrialização, a crise fiscal do estado e a pandemia de COVID-19 agravaram ainda mais a situação, resultando em altas taxas de desemprego e desigualdade. A mobilidade urbana, crucial para o desenvolvimento econômico e social, encontra-se em um estado crítico. O custo elevado das tarifas de transporte público impede que muitos trabalhadores e trabalhadoras acessem oportunidades de emprego e serviços essenciais, perpetuando um ciclo de pobreza e exclusão.

 

A Tarifa Zero tem o potencial de transformar esta realidade ao eliminar o custo do transporte público, democratizando o acesso à cidade. Para os trabalhadores, isso significa mais recursos disponíveis para outras necessidades básicas e um maior incentivo para buscar oportunidades de emprego em diversas regiões da cidade. Para as indústrias, a medida reduz os custos operacionais associados ao transporte de funcionários, aumentando a produtividade e atraindo novos investimentos. Empresas se beneficiam de uma força de trabalho mais acessível e pontual, o que pode ser decisivo na escolha de se estabelecerem ou expandirem suas operações no estado.

 

A reindustrialização do Rio de Janeiro pode ser catalisada pela Tarifa Zero. Com um sistema de transporte público eficiente e gratuito, regiões periféricas se tornam mais atrativas para o desenvolvimento industrial, distribuindo o crescimento econômico de maneira mais equitativa. Isso não só cria empregos, mas também impulsiona setores econômicos complementares, gerando um ciclo virtuoso de desenvolvimento.

 

Além dos benefícios econômicos e sociais, a Tarifa Zero contribui para a sustentabilidade ambiental. A redução do uso de veículos particulares diminui as emissões de gases poluentes, melhorando a qualidade do ar e combatendo as mudanças climáticas. Um sistema de transporte público acessível e gratuito promove o uso de modos de transporte mais sustentáveis, alinhando-se às metas ambientais globais e tornando o Rio de Janeiro uma cidade mais verde e saudável.

 

A Tarifa Zero também é uma poderosa ferramenta de inclusão social. Ao garantir que todos, independentemente de sua condição econômica, tenham acesso pleno à cidade, a medida promove a igualdade de oportunidades e a justiça social. Isso é especialmente importante para os mais pobres e periféricos, que hoje têm seu direito à cidade limitado ou até inexistente. A gratuidade no transporte público facilita o acesso a empregos, serviços de saúde, educação e lazer, promovendo uma maior coesão social e reduzindo as desigualdades urbanas.

 

Em suma, a implementação da Tarifa Zero nos transportes públicos é central para o desenvolvimento e social do Rio de Janeiro. Ao promover a reindustrialização, proteger o meio ambiente e garantir o direito à cidade para todos os seus habitantes, essa medida pode transformar a realidade do estado, colocando-o de volta no caminho do crescimento sustentável e inclusivo. A Tarifa Zero, aliada a políticas de reindustrialização, representa um caminho promissor para superar as dificuldades econômicas e sociais atuais, construindo um futuro mais justo e próspero para todos os cariocas e fluminenses.

Compartilhe este post


Precisa de ajuda?
Scan the code