Marcha das Mulheres Negras realizará sua 10ª edição em 2024

As atividades da 12ª edição do evento Julho das Pretas já estão ocorrendo em diversas partes do país. Criado pelo Odara – Instituto da Mulher Negra em 2013, a iniciativa busca uma incidência política e social das mulheres negras no Brasil. Neste ano, o evento conta com 533 atividades que serão realizadas por mais de 250 organizações em 23 estados.

Com o tema Reparação e Bem Viver, o Julho das Pretas abre caminho para a Marcha das Mulheres Negras por Reparação e Bem Viver, que ocorrerá em novembro de 2025, em Brasília, e que planeja reunir 1 milhão de mulheres negras em marcha na capital federal.

NO RIO DE JANEIRO, MARCHA ENTRA PARA O CALENDÁRIO OFICIAL DO ESTADO

Na semana passada, a Marcha das Mulheres Negras passou a integrar oficialmente o calendário do Estado do Rio de Janeiro. A inclusão ese deu pela sanção da Lei 10.305/20234, de autoria da Deputada Estadual Dani Balbi (PCdoB).

A Marcha das Mulheres Negras ocorrerá em Copacabana, no último domingo de julho. A CTB participará da atividade, como faz todos os anos.

*Com informações de Brasil de Fato

Compartilhe este post


Precisa de ajuda?
Scan the code