Após morte de jovem grávida, moradores da comunidade do Lins protestam na autoestrada Grajaú-Jacarepaguá

Após morte de jovem grávida, moradores da comunidade do Lins protestam na autoestrada Grajaú-Jacarepaguá

Durante uma Operação Policial da Unidade de Polícia Pacificadora na comunidade do Lins Vasconcelos, Zona Norte do Rio de Janeiro, uma jovem grávida foi alvejada por disparos de armas de fogo na tarde desta terça-feira (8) e faleceu. Em resposta a violência que vitimou Kathlen Romeu, de 24 anos e gestante de 14 semanas, os moradores da região realizaram um projetos na autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, que contou com a presença da repressão policial e de registros de tiros na região.

Alvejada nas proximidades da Vila Cabuçu, Kathlen foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo o relato das lideranças comunitárias da região, o tiroteio ocorreu durante uma operação policial, que aconteceu de forma inesperada e, em poucos instantes. Os barulhos de disparos de armas de fogos tomaram conta da região.

Procurada pela reportagem do Voz das Comunidades a respeito da operação policial na comunidade do Lins Vasconcelos, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro não retornou os questionamentos até o fechamento desta matéria.

Fonte: Voz da Comunidade

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *