BANDITISMO SINDICAL TENTA IMPEDIR ELEIÇÕES DOS SINDICATOS DOS COMERCIÁRIOS DO RJ

BANDITISMO SINDICAL TENTA IMPEDIR ELEIÇÕES DOS SINDICATOS DOS COMERCIÁRIOS DO RJ

Mais de 200 capangas, transportados em dois ônibus que vieram de São Paulo, invadiram e depredaram a sede do Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro, na Rua André Cavalcanti na Lapa. O atentado ocorreu na madrugada dessa quarta-feira (17) e, segundo os próprios presos, foi feito por pessoas contratadas para tumultuar o processo eleitoral. Como o Brasil inteiro está acompanhando, o Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro passa por processo eleitoral que está sendo realizado pela justiça do trabalho após a mesma intervir no Sindicato e pôr fim a décadas de controle da máquina sindical pela família Mata Roma. Esse sequestro da entidade sindical deixou um rombo de cerca de R$ 100 milhões nos cofres do sindicato, já confirmado pela auditoria realizada pela intervenção. Junto com os capangas armados com cassetetes, rojões e outros tipos de armamentos foi encontrado também material da Chapa 3, patrocinada pela UGT e aliada da família Mata Roma.

Capangas contratados para tumultuar a eleição em frente à DP da Lapa.

Capangas contratados para tumultuar a eleição em frente à Delegacia da Lapa.

Segundo a polícia, os detidos confessaram que foram contratados para fazer confusão na eleição que está marcada para acontecer nesta quarta. Com eles foram apreendidos rojões, cassetetes e soco inglês. Os oito andares do prédio do sindicato foram depredados. O Batalhão de Choque da Polícia Militar está ajudando na transferência dos presos. O interventor José Carlos Nunes, nomeado pela Justiça para atuar no sindicato em meio a denúncias de corrupção, uso inapropriado do sindicato e nepotismo, afirmou que a eleição está mantida e o processo transcorre sem maiores problemas até o momento.

Os 8 andares do sindicato foram depredados por capangas contratados para tumultuar a eleição.

Os 8 andares do sindicato foram depredados por capangas contratados para tumultuar a eleição.

Havia sujeira e depredação por todos os lados, numa ação inconsequente que causa mais danos ao patrimônio dos trabalhadores.

Havia sujeira e depredação por todos os lados, numa ação inconsequente que causa mais danos ao patrimônio dos trabalhadores.

 

Capitania hereditária sindical

 

A família Mata Roma está à frente do Sindicato dos Comerciários há quase 50 anos. Luizant Mata Roma, nomeado pelo governo militar, foi o presidente durante 40 anos. Quando morreu em 2006, o filho dele – Otton da Costa Mata Roma – assumiu o cargo. Na lista de funcionários se encontram 15 pessoas da família Mata Roma com salários que variavam entre R$ 10 mil e R$ 23 mil. Uma auditoria contratada pela Justiça investigou a contabilidade entre os anos de 2009 e 2014 e descobriu um rombo de R$ 100 milhões. O valor reúne as diferenças encontradas nas contas do sindicato, despesas suspeitas com advogados, dívidas em impostos, juros e multas e outros gastos.

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro repudia as manobras golpistas e truculentas que tentam impedir que o legítimo processo eleitoral devolva o sindicato à categoria, desejo antigo dos comerciários do Rio de Janeiro. O atentado feito à sede do Sindicato dos Comerciários é um ato grave e precisa ser condenado por todos aqueles que lutam pelas liberdades democráticas. Esse fato denuncia que essa prática mafiosa que não tem mais espaço no movimento sindical e precisa ser extirpada do nosso meio. Lamentamos profundamente que existam centrais sindicais que se prestem ao papel de atuar ou apoiar esse tipo de atividade golpista que acaba por manchar a imagem de todo o movimento sindical. A CTB e seus militantes, no entanto, não irá se intimidar e seguimos na luta para resgatar não só o Sindicato dos Comerciários para os trabalhadores, mas lutar para libertar todos aqueles sindicatos ainda atrelados a essas máfias que desprezam a democracia e a participação dos trabalhadores e das trabalhadoras nas decisões das suas entidades representativas.

Abaixo, imagens do material apreendido com os capangas que invadiram a sede do sindicato dos comerciários na tentativa de inviabilizar as eleições.

IMG-20150617-WA0066

IMG-20150617-WA0067

IMG-20150617-WA0068

IMG-20150617-WA0069

IMG-20150617-WA0070

IMG-20150617-WA0071

IMG-20150617-WA0072

IMG-20150617-WA0073

IMG-20150617-WA0074

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *