CTB-RJ denuncia autoritarismo do Governo Cláudio Castro em ato de total submissão ao Governo Federal

CTB-RJ denuncia autoritarismo do Governo Cláudio Castro em ato de total submissão ao Governo Federal

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro manifesta, através da presente nota, seu total repúdio ao ato autoritário e ditatorial do governador Cláudio Castro que, desrespeitando as regras do jogo democrático e o papel do parlamento, passou por cima de decisão soberana da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e editou decreto mantendo, o já sustado, leilão da CEDAE.

Há muitos anos que a CEDAE é alvo de interesses de grandes empresários e que governadores, ignorando as reais necessidades do Estado e do povo fluminense, atuam em favor desses, tentando sucatear e vender o último grande ativo do Estado do Rio de Janeiro. No momento em que grandes cidades ao redor do mundo reestatizam suas empresas de água e saneamento, o governo federal e o governo estadual atuam, conjuntamente, para entregar nosso patrimônio à iniciativa privada.

Torna-se ainda mais grave nesse processo que, após decisão da Assembleia Legislativa sustar o leilão, o Governador Cláudio Castro, atendendo aos interesses do Presidente Jair Bolsonaro e seus aliados, inicia uma verdadeira crise entre poderes ao passar por cima da Alerj para garantir os interesses do empresariado.

Hoje, centenas de cedaeanos e militantes do movimento comunitário foram às ruas. Unidos pela pauta da classe trabalhadora e dos moradores de comunidades, uma pauta que envolve o respeito aos trabalhadores e trabalhadores, a coisa pública e a universalização dos serviços de água e saneamento. O Legislativo, por sua vez, cumpriu seu papel e disse não ao Leilão marcado para amanhã. E numa atitude que demonstra a total subserviência de diversos entes públicos aos interesses privados, o governador passa por cima da decisão da Alerj por forma de decreto.

O desespero pela venda da CEDAE já gerou uma infinidade de liminares apreciadas pelo próprio Presidente do STF e agora abre uma fissura entre os poderes em nosso Estado. A falta de compromisso com a democracia e com o próprio Estado é a marca de Jair Bolsonaro e Cláudio Castro. No entanto, não vencerão! Seguimos mobilizados em busca de impedir que o criminoso leilão aconteça.

Água não é mercadoria! Saneamento Básico para todos! Não à Privatização da Cedae!

Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2021

Paulo Sérgio Farias
Presidente da CTB-RJ

Leia também...

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *