CTB-RJ INAUGURA NOVA SEDE E COMEMORA OS 9 ANOS DA CENTRAL

CTB-RJ INAUGURA NOVA SEDE E COMEMORA OS 9 ANOS DA CENTRAL

“Uma conquista que comprova a luta e empenho da nossa Central em defender os interesses da classe trabalhadora”, declarou o presidente da CTB/RJ, Ronaldo Leite, ao comemorar os 9 anos da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e a inauguração da sede da CTB/RJ.

“Além de comemorar os 9 anos da nossa Central, comemoramos também a inauguração da nossa sede aqui no Rio de Janeiro. E essa comemoração é ainda maior quando a situamos frente à atual conjuntura. O simbolismo de inaugurar uma sede nestes tempos refletirá, sem sombras de dúvidas, que o movimento sindical segue vivo e pronto para a luta em defesa dos direitos da classe trabalhadora”, afirmou Leite durante a festa de comemoração do aniversário dos 9 anos da CTB que ocorreu no Sindicato dos Comerciários.

Na mesma linha, o presidente do Sindicato dos Comerciários, Márcio Ayer, afirmou que “no momento em que a luta possibilita a estrutura, a sede da CTB/RJ, nossas lutas e resistência terão outro escopo. Estou feliz, porque sei que essa sede será um passo fundamental para a nossa luta aqui no Rio de Janeiro”.

“A conjuntura cobra de nós resistência e muita luta. Por isso a inauguração de nossa sede aqui no Rio de Janeiro chega numa estratégica. Um espaço para acolher nossa base, preparar nossa agenda de luta e dar continuidade ao projeto que a CTB defende”, disse o secretário de Finanças da CTB/RJ, Mário Porto.

Para a secretária da Mulher Trabalhadora da CTB/RJ, Kátia Branco, “vivemos um momento muito especial para nós cetebistas. Nossa Central é a que mais cresce no Brasil e esse avanço se reflete em robusta estrutura. Cada vez mais a CTB/RJ vem tendo maior visibilidade frente as lutas em curso e a inauguração de nossa sede vem em um momento de urgência na luta. Com ela, ampliaremos muito mais nossa inserção nos movimentos sociais e no enfrentamento dos atuais desafios”.

A luta é nossa marca

Presente na solenidade, o presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, destacou que “se vale o que já foi feito, mais ainda o que virá. A CTB seguirá comprometida com a classe trabalhadora e com o Brasil de todos nós”, afirmou.

O dirigente nacional ressaltou que a “grandeza da CTB é fruto da construção coletiva de cada trabalhador e trabalhadora que apostou nesse projeto há 9 anos. E mais, ela, sobretudo, é fruto da compreensão de um tempo que exigia a edificação de algo novo, que rompesse o status quo da época. Eu não tenho dúvida, a CTB tem dado sua contribuição e tem sido um diferencial para o sindicalismo brasileiro”.

Durante sua fala, destacou a diversadade no interior do movimento sindical e destacou que a luta cobra unidade e entendimento desta diversidade. “O movimento sindical é diverso e plural.E quando ele combina sua agenda a luta social e institucional ele fica muito mais forte. Essa é a tônica que a CTB tem tentado cosntruir em sua primeira década de luta, um sidicalismo classista, ciente de seu papel nas lutas da classe trabalhadora e nas lutas por um Brail mais justo”.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *