CTB-RJ REALIZA CURSO DE FORMAÇÃO NO SINDSPREV

CTB-RJ REALIZA CURSO DE FORMAÇÃO NO SINDSPREV

966563_710160225702122_8341493552024386269_o

 

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro (CTB-RJ), entre os dias 26 e 27 de abril realizou mais uma edição de seu curso de formação. Desta vez haviam três turmas: duas de módulo II e uma do módulo I. A atividade, organizada em conjunto com o Centro Nacional de Estudos Sindicais e do Trabalho (CES) recebeu mais de 80 participantes, de diversos sindicatos do Rio de Janeiro, divididos em duas turmas nomeadas Clóvis Moura, Evandro Lins e Silva e Zuzu Angel em homenagem a esses lutadores revolucionários do povo brasileiro.

O Secretário de Formação da CTB-RJ, Marcelo Ribeiro, fez uma análise positiva do curso, sua primeira atividade à frente da secretaria que na opinião dele foi de grande valia para os sindicalistas presentes:

– Foi mais um dia produtivo. Tivemos três turmas no curso de formação da CTB Rio de Janeiro, o que demonstra que a CTB vem primando por fazer um processo de formação agressivo que tem encontrado resposta na militância. E esse curso é um embrião do projeto de formação que estamos trabalhando para essa gestão, ainda teremos oficinas e outras atividades como oficinas e formações in loco nos sindicatos. – afirmou Ribeiro.

A atividade foi valorizada pela Secretária Nacional de Formação da CTB, Celina Arêas, que enfatizou o papel fundamental que a formação desempenha na vida do militante sindicalista:

– Nós temos certeza de que a formação é o instrumento para que a classe trabalhadora compreenda melhor a conjuntura e avance na transformação da sociedade para uma sociedade justa, humana onde os trabalhadores e trabalhadoras tenham garantidos os seus direitos sociais.

Reforçando a importância do curso, o Presidente da CTB-RJ lembrou que a formação e espaços como o curso de formação possuem um papel chave para a central:

– Esse curso faz parte do esforço de formação da nossa central no Estado, que tem na formação sindical um dos pilares da nossa mobilização.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *