DENÚNCIAS DO SINTECT-RJ GERAM CPI DOS FUNDOS DE PENSÃO NO SENADO FEDERAL

DENÚNCIAS DO SINTECT-RJ GERAM CPI DOS FUNDOS DE PENSÃO NO SENADO FEDERAL

Uma grande vitória dos trabalhadores ecetistas contra os desmandos dos Postalis. Depois de diversas denuncias feitas pela diretoria do SINTECT-RJ (Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) e pela FINDECT (Federação Interestadual de Trabalhadores da ECT), foi instaurada no senado uma CPI para apurar as questões de desvios de recursos envolvendo  não apenas o Postalis, mas a Petros (Petrobras) e a Previ (B. Do Brasil). Segundo Marcos Sant’aguida, diretor jurídico do SINTECT-RJ, foi uma grande vitória da categoria saber que alguma providência está sendo tomada por parte do legislativo.

– Eles se acobertam juridicamente, mas todos sabem dos rombos astronômicos que eles tentam chamar na letra da lei de não agir com zelo. Vamos continuar nossa luta para varrer esses abutres do nosso plano de previdência – comenta.

Após as denuncias e a pressão da diretoria do Sindicato e da Findect, qual foram protocolizados vários pedidos de investigação, o senado atendeu a reivindicação da categoria. Os diretores do Postalis agora vão dar que dar explicações para os senadores.

Já houve uma audiência pública para tratar do caso, mas agora com a instalação da CPI a diretoria vai dter que dar explicações porque o trabalhador vai ter que pagar pelo rombo feito pelos diretores da empresa. Para Sant’aguida, a CPI e a audiência são elementos importantes para a ação jurídica que está sendo preparada para reverter de uma vez por todas essa situação absurda que gerou para os trabalhadores.

Leia também...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *