Dirigentes da CTB-RJ são homenageados em Belford Roxo, Presidente Paulo Sérgio Farias recebe título de cidadão Belforroxense

Dirigentes da CTB-RJ são homenageados em Belford Roxo, Presidente Paulo Sérgio Farias recebe título de cidadão Belforroxense

Na última terça-feira (3), diversos dirigentes da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Rio de Janeiro foram homenageados na Câmara Municipal de Belford Roxo, município da baixada fluminense.

 

As homenagens tinham como motivação a luta em defesa dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, refletindo a atuação da CTB-RJ nos últimos anos. Entre os homenageados destacou-se o Presidente da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias, que recebeu o título de Cidadão Belforroxense.

 

As homenagens são fruto do mandato do Vereador Igo Menezes – que também é Vice-Presidente da CTB-RJ. Um mandato que nasceu da luta dos trabalhadores e das trabalhadoras e que promoveu essa justa homenagem àqueles que forma forjados na luta sindical, em defesa dos direitos trabalhistas, da democracia e de um país cada vez mais justo para todos e todas.

 

A Entrega de títulos e moções aos homenageados teve como mote o Dia do Trabalhador. Durante a atividade, a Câmara Municipal recebeu mais de 30 entidades que foram levar suas histórias de luta e prestigiar os homenageados.

O Presidente da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias, comentou ao Portal CTB-RJ sobre a premiação. Nas palavras dele:

 

“Essa é uma iniciativa muito importante de um parlamentar que é oriundo do movimento sindical e usa o espaço institucional para dialogar com os trabalhadores sobre a importância de ocupar esses espaços e, nesses espaços promover o debate com a sociedade para resolver os problemas que a classe trabalhadora vive no dia-a-dia. Além da questão nacional, existem os problemas do cotidiano, como o transporte para chegar no trabalho e na sua residência, a questão da saúde e da rede hospitalar e de postos de saúde, e, nesse sentido o companheiro Igo Menezes cumpre muito bem o seu papel. Essa premiação é uma iniciativa importante, que nasce do vice-presidente da CTB-RJ após ser eleito pelos trabalhadores e trabalhadoras de Belford Roxo, consistindo em um exemplo que deve ser seguido por outros parlamentares que representem a classe trabalhadora.” – afirmou Paulo Sérgio.

 

O Presidente da FESEP-RJ e diretor da CSPB, Marco Antonio Correa da Silva, foi outro dos homenageados e valorizou muito a homenagem recebida e aproveitou para lembrar a necessidade de reforçar a representatividade da classe trabalhadora no legislativo para reverter o quadro de desmonte de direitos.

 

“É uma imensa satisfação ser reconhecido por uma atividade desafiadora, que é fazer o enfrentamento na defesa de direitos e buscar melhorar as condições de vida do cidadão trabalhador, que encontra poderosos adversários na esfera política, administrativa e empresarial. A homenagem que nos foi concedida na data de hoje é uma demonstração de que temos aliados no âmbito deste Legislativo municipal. Precisamos reforçar nossa representatividade nas esferas de poder de maneira a reverter o desmonte de direitos e o desastre econômico e social que nos acomete”. – disse Marco.

 

Outro homenageado, o Diretor de Finanças da CTB-RJ, Eduardo Chamarelli também valorizou o encontro e a considerou um estímulo para seguir firme na luta pela valorização do trabalho, da renda dos trabalhadores e por justiça social:

 

“As justas homenagens representam pequenas doses de estímulo para seguir em uma luta desigual, mas gratificante. Lutar pela valorização das rendas do trabalho, por Justiça Social e para a preservação de direitos que protegem os trabalhadores do setor público e privado, é estar do lado certo da história. É valorizar quem produz, quem acorda cedo para contribuir com a riqueza deste país e que, infelizmente, ainda é perseguido e humilhado pelos sabotadores da nação. Seguiremos firmes no propósito de tornar esse país mais próspero, solidário e fraterno” – concluiu Chamarelli.

Leia também...

Qual a sua opinião?

Seu e-mail não será publicado. Os campos com * são obrigatórios.